MTEC Energia

Relações Brasil-China garantem recorde comercial em 2023

Brasil e China; bandeiras (Foto: Agência Brasil) Mais da metade do superávit brasileiro é representado pelas relações comerciais com a China...

Brasil e China; bandeiras (Foto: Agência Brasil)

Mais da metade do superávit brasileiro é representado pelas relações comerciais com a China, quase dobrando em comparação aos US$ 28,68 bilhões de 2022

Por Hélio de Mendonça Rocha, articulista e repórter de política internacional | CMG*

As múltiplas parcerias comerciais entre China e Brasil, que cresceram no século XXI desde o histórico encontro entre o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ex-presidente chinês Hu Jintao, em 2004, atingiram em 2023 um de seus melhores feitos em quase duas décadas. Após estreitados os laços econômicos entre os dois países, com passos adiante como a criação do Brics e do Novo Banco de Desenvolvimento (NBD), o Brasil atingiu em 2023 o seu recorde de exportações na balança comercial entre os dois países. O feito dá mostras de que o Brasil segue sua trajetória forte como economia emergente, e a China, longe de viver algum tipo de desaceleração econômica.

Os números são do governo federal, divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério da Indústria e Comércio. A balança comercial brasileira teve superávit acumulado de US$ 98,8 bilhões em 2023, atingindo o recorde de seu comércio exterior, em pesquisa realizada desde 1989. O crescimento é ainda mais salutar devido à recuperação que ambos os países mostram desde 2020. Atualmente, mais da metade do superávit brasileiro é representado pelas relações comerciais com a China, quase dobrando em comparação aos US$ 28,68 bilhões de 2022. Ou seja, o crescimento foi de 60,6%, o que amplia a participação do Brasil no mercado de países emergentes.

Isso se consolidou com exportações de US$ 339,67 bilhões (+1,7% ante 2022) e importações de US$ 240,83 bilhões (-11,7%). Segundo a Secex, o superavit comercial com a China e suas regiões administrativas especiais de Hong Kong e Macau alcançou US$ 51,83 bilhões no ano passado. O saldo positivo com a Argentina, parceira mais importante no continente, somou US$ 4,72 bilhões e o com a União Europeia chegou a US$ 860 milhões. Já com os Estados Unidos, o Brasil apresentou déficit comercial de US$ 1,09 bilhão.

Os números são alvissareiros para os dois países. O Brasil chega a tais cifras com a exportação sobretudo da soja, mas também de commodities agrícolas como soja e milho, que são prioritariamente destinadas à alimentação de animais nos países asiáticos, além de carne bovina. No campo da extração mineral, o Brasil apresentou números recordistas, também, quanto ao minério de ferro, sobretudo destinado a sustentar a construção civil da potência asiática, e petróleo cru, um dos destaques da economia crescente da potência sul-americana, que recentemente estreitou relações para entrar na Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), uma das mais poderosas alianças comerciais do mundo.

Tanto o Brasil quanto a China têm imensos dividendos a extrair dessa balança, muito além dos resultados pecuniários. Além de demonstrar crescimento econômico absoluto, o superávit brasileiro e a relevância da China neste resultado indicam a recuperação econômica do gigante da América do Sul, e afastam a possibilidade de desaceleração de sua principal parceira econômica mundial. Tais demonstrações de força surgem em momento decisivo, quando a economia do mundo se diversifica, com perda de hegemonia dos países ocidentais sobre as trocas comerciais globais, e todo o tipo de instabilidades políticas que as ações das potências, em defesa de seus privilégios, têm causado em todas as regiões do planeta.

Vale ressaltar que, hoje, o Brasil exerce seu papel no multilateralismo ao não só se aproximar do continente asiático, mas também voltar-se para a sua própria área de influência, tendo na Argentina o seu segundo mais importante parceiro. Algo similar ao que faz a potência oriental, voltando-se também para o seu continente, exercendo o poderio de sua grandeza populacional e territorial para tecer relações complexas e diversas com dez países fronteiriços, no caso do Brasil, e quatorze países fronteiriços terrestres, no caso da China. Se o número de fronteiras chinesas é maior, as brasileiras respondem por maior parcela do próprio continente, havendo apenas dois países sul-americanos (Chile e Equador) não fronteiriços com o Brasil. Somando abrangência local e intercâmbio internacional em sua influência no mercado global, Brasil e China asseguram seu caminho como emergentes, podendo planejar, em questão de décadas, seu papel como países desenvolvidos num mundo multilateral.

Vale lembrar que um novo estreitamento de laços entre os dois países ocorreu em março de 2023, quando o recém-empossado presidente Luiz Inácio Lula da Silva, viajou à China para encontrar-se com o presidente Xi Jinping e ajudar o Brasil a firmar diversos contratos envolvendo 240 megaempresários brasileiros. Historicamente alinhado ao projeto internacional liderado pela China, o qual em muitos momentos ajudou a construir, Lula tem demonstrado intenções em seguir se aproximando e, quando em Beijing, demonstrou interesse em integrar à Iniciativa Cinturão e Rota proposta pela China. Os números atuais mostram que este passo, que ainda está em discussão, tenderá a render mais frutos assim que for dado.

*Publicado originalmente na Rádio Internacional da China

COMENTAR

TÉCNICO INDUSTRIAL$type=complex$count=8$l=0$cm=0$rm=0$d=0$host=https://www.etormann.tk

Nome

#Corridadereis,1,#DeputadoFederalJulioCesar,2,#DER,1,#FauziNacfur,1,#Juliocesar,1,#SEL-DF,1,abnt,25,Ação social,22,acessibilidade,4,acidente de trabalho,4,Acolhimento,1,administração,18,Aerolula,1,agricultura,15,agro,129,agroindústria,2,agronegócio,31,água,28,águas claras,1,Aldo Rebelo,1,alianças,1,alimentação,11,Ambulatório,1,Amor Cantado,1,aneel,5,animais,18,Aniversário,4,antissocial,3,anvisa,1,aposentdos,1,aposta,3,ar condicionado,15,Arlete Sampaio,1,arquitetura,17,Arruda,1,arte,13,artigo,39,Assistência social,5,ASSOCIE-SE,14,assosindicos,147,atacarejo,1,ateu,2,ativismo,9,ATUALIDADE POLÍTICA,687,automobilsmo,4,aviação,5,Banco Regional de Brasília,5,BCB,2,beleza,1,biocombustíveis,7,biscoito,1,bolacha,1,Bolsa Família,1,Brasil,24,Brasília,39,BRB,25,brics,5,caesb,11,café,3,câmeras,2,CAMPANHA DO AGASALHO,1,campanha eleitoral,19,Canadá,1,câncer,13,candidatura,5,Carnaval,19,carne suína,1,carreira,17,carros elétricos,3,carteira,2,cartilha,2,Casa Civil,1,cassação,1,católica,1,CCBC,1,CEB,8,Ceilândia,2,celular,6,censura,2,Centro Administrativo,1,charge,2,chocolate,1,Churrasco,2,cidadania,94,Cidades,105,ciência,8,cinema,14,CLDF,61,clima,21,codhab,4,Código de Edificações,4,código de posturas,1,Collor,1,combate à dengue,29,combate ao câncer de próstata,5,combustíveis,14,comemoração,11,comércio,13,Companhia Energética de Brasília,6,Comper,4,comportamento,21,comunicação,4,comunidade,2,comunismo,4,conciliacao,4,concurso,21,condomínio,72,condomínios,13,conic,1,conselho profissional,18,construção civil,36,construtoras,5,consulta pública,10,consumidor,24,consumo,10,conta,8,contribuição sindical,6,convênio,3,CONVITE,32,cop28,6,copa2014,1,corpus Christi,1,Correio Braziliense,1,corrida eleitoral,33,corrupção,39,CPI,1,crianças em casa,6,Criptoativos,1,crise,16,crise hídrica,11,Cuidar e Amparar,1,culinária,1,cultura,102,curso superior,3,cursos,27,data comemorativa,30,debate,3,Defesa,8,democracia,5,dengue,10,Deputado Distrital,12,Deputado Federal,16,DER-DF,4,Desenvolvimento Pessoal,2,desmatamento,4,despesas,1,Detran,36,DFTrans,6,Dia do micro e pequeno empresário,1,dia do síndico,5,Dia dos Namorados,5,dia mundial da água,2,Diálogos com a Juventude,1,dicas,2,Dilma,5,dinheiro,15,diploma,1,direita,2,direito,61,Direito do Consumidor,4,Direitos Humanos,6,Distrito Federal,46,ditadura militar,4,dívidas,17,documento,5,Dona Sarah Kubitschek,1,drogas,3,ecologia,7,economia,321,economistas,2,Edital,6,EDITAL DE CONVOCAÇÃO,2,Eduardo Campos,1,educação,221,eleições,169,Eleições 2022,143,eleitor,12,eletricidade,11,elevadores,7,Embaixadas,5,empreendedorismo,46,empreender,13,empregado,10,empregos,51,empresas,83,energia,77,engenharia,111,EnSínAC,14,ENTENDER CONDOMÍNIO,2,entorno,32,entretenimento,29,Escola de Síndicos,33,ESG,1,ESPECIAL,1,espionagem,1,esporte,58,estatuto,2,estilo de vida,3,estradas,5,Estudar no Exterior,2,evasão de divisas,1,evento,128,Eventos,9,exercícios,3,exportação,8,falecimento,3,família,1,Fan Fest,1,Faz Aniversário,1,Fé,2,feminismo,1,FENACOM,1,feriados,2,Fernando Henrique Cardoso,1,festas juninas,2,FHC,2,FIEG,16,FIFA,1,fim de ano,7,fim de semana,1,finanças,31,finanças pessoais,60,Fipecafi,1,fogo,1,fort atacadista,2,frente parlamentar,1,futebol,13,Galeteria Beira Lago,1,gás,11,gastronomia,51,GDF,221,geologia,1,Geriatria,1,Gerontologia,1,gestão condominial,6,Goiás,290,golpe,21,golpismo,9,Governador,51,Governo,104,greve,4,Grupo Pereira,1,guerra,16,habitação,51,HEF,2,HEL,1,HESLMB,1,Hetrin,1,homenagem,5,HSBC,1,humor,2,IBGE,3,IBRAM,3,Idoso,5,IFG,1,igreja,2,IMED,2,imoveis,5,imóveis,82,impeachment,4,impostos,72,inadimplência,6,incc,1,incêndio,12,indígena,1,indústria,52,inelegibilidade,3,Informação,28,informática,1,ingressos,1,inovação,52,INSCRIÇÃO AQUI,1,inspeção,1,inspeção predial,5,INSS,1,internacional,26,internet,66,inverno,1,iptu,1,ipva,7,itormann,1,Joaquim Barbosa,1,Jornalismo,82,Juarezão,1,justiça,136,juventude,4,Lançamento,1,lazer,31,Legislação,4,lei,14,LGPD,6,licitação,5,livro,13,loteria,1,Lúcia Amorim de Brito,1,Lula,18,machismo,1,manifestação,1,manutenção,10,Maranhão,1,Márcio Antonelo,1,Marconi Perillo,1,marketing,6,material de construção,1,MCB,101,MCIT,2,MCTI,2,medicina,14,MEI,1,meio-ambiente,39,melhor idade,1,mensalão do DEM,1,mercado,49,mercosul,2,mesa do Natal,1,meteorologia,2,microgeração,8,Microsoft,1,mídia,12,militar,8,Minas Gerais,3,mineração,8,ministério,6,Ministério Publico,4,Miriam Belchior,1,Mobilidade,10,mobilidade urbana,24,moda,6,Monitoramento,2,mst,2,Mulheres,67,Mulheres na Política,10,multa,5,mundo,133,Mundo dos Filtros,1,município,12,Natal,12,Natal do Milhão,1,Negócios,14,Neoenergia,6,neurociência,2,neuromarketing,2,Nobratta,1,normas,12,NOTICIAS,1060,notificação,1,novacap,2,Novembro Azul,1,nutrição,1,obras,92,ocupe o centro,1,opinião,130,Oportunidade,3,orçamento,9,ORDEM DE SERVIÇO,1,Pacto por Brasília,1,pandemia,78,Parceiro do Ano,1,Parque da Cidade,5,Partidos Políticos,50,Paulo Dubois,2,Paulo Octávio,1,Paulo Roque,4,PCdoB,2,PDSK,4,Perpétua Almeida,1,Perse,1,perseguidos políticos,1,pesca,5,pesquisa,19,petrobras,9,petróleo,16,PL,25,playground,2,pmdb,1,podcast,1,polícia,57,Política,287,população,1,Porto Alegre,2,postos de saúde,15,prefeito,5,prefeitura,9,Premiação,16,presidência da república,10,presidenta,1,presidente,21,previdência,1,privatização,1,Procon,1,profissional,27,profissões,8,Projeto de Lei,71,pronunciamento,2,propaganda política,5,propina,1,Prosperi,1,PSD,1,PSDB,6,pt,2,qualificação,29,reforma,7,reforma agrária,1,reforma política,10,reforma tributária,25,reformas,8,registro,4,regras de convivência,13,relacionamento,5,religião,16,revitalização,1,Ricardo Izar,1,Ricardo Lustosa,1,rio,25,Rio de Janeiro,1,Roberto Santiago,1,rock,2,rodovias,2,Rondônia,1,Rousseff,2,Sandra Faraj,1,saneamento,3,São Paulo,14,Sarah Kubitscheck,1,saúde,432,sedhab,2,segeth,1,segurança,104,seguro,8,selo de qualidade,2,senado federal,20,serviço social,6,serviços técnicos,10,servidor público,4,sesc,3,setor elétrico,20,setor energético,19,setor produtivo,24,sia / guará,14,sindicatos,17,síndico,125,síndicos,7,SLU,5,smartphone,3,socialismo,1,solar,8,Solidariedade,11,sonegação,7,sorteio de casas,1,STF,18,subsíndico,1,Supermercados,1,Supremo,2,sustentabilidade,59,tarifas,22,taxa,8,Teams Ideas,1,técnico,16,técnicos industriais,6,tecnologia,132,telecomunicação,11,tempo,12,tendência política,79,Terceira Idade,1,trabalhador,71,Trabalho,19,transito,5,trânsito,31,transporte,4,transporte coletivo,41,transportes,27,Trocando ideias entre Síndicos,2,TSE,54,turismo,46,TV,8,UDN,1,Universidades,1,utilidade pública,6,Utilidades de casa,1,vacina,21,Vai dar Roque,1,Valparaíso de Goiás,12,Vida de Solteiro,1,Vida longa,1,video,14,vinho,2,vistoria,1,Viver no Exterior,1,votação,3,WhatsApp,4,zelador,1,
ltr
item
Atualidade Política: Relações Brasil-China garantem recorde comercial em 2023
Relações Brasil-China garantem recorde comercial em 2023
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEjFFMGaGwuXpelGqxTVmlBkWOlv8BSx-xPJmxeQ0H-7aKf2CJJYrGUc5sheY2UZ1_dXHXGAhjT50z92dbV6mn7QWqsLCn1yxTwllFZ8b6vev1-pXh17Erx48dPHOEXvYgnOXIfH9Z66hQw1KvbSnti3VCamGDNdVyiN9-Ab6EeGY0QO3pZ6ybzTN8IHd78/s16000/brasil-china.jpg
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEjFFMGaGwuXpelGqxTVmlBkWOlv8BSx-xPJmxeQ0H-7aKf2CJJYrGUc5sheY2UZ1_dXHXGAhjT50z92dbV6mn7QWqsLCn1yxTwllFZ8b6vev1-pXh17Erx48dPHOEXvYgnOXIfH9Z66hQw1KvbSnti3VCamGDNdVyiN9-Ab6EeGY0QO3pZ6ybzTN8IHd78/s72-c/brasil-china.jpg
Atualidade Política
http://www.atualidadepolitica.com.br/2024/01/relacoes-brasil-china-garantem-recorde.html
http://www.atualidadepolitica.com.br/
http://www.atualidadepolitica.com.br/
http://www.atualidadepolitica.com.br/2024/01/relacoes-brasil-china-garantem-recorde.html
true
440335298870425399
UTF-8
Carregar todos Post não encontrado Ver todos Ler mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Início Pág. POSTS Ver tudo Relacionadas Tópico Arquivo BUSCAR Todos Nenhuma resposta para a busca Início Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora há 1 minuto há $$1$$ minutos há 1 hora há $$1$$ horas Ontem há $$1$$ dias há $$1$$ semanas há mais de 5 semanas Seguidores Seguir CONTEÚDO EXLUSIVO - COMPARTILHE PARA ACESSAR 1º Compartilhe em suas redes sociais para liberar 2º Clique no link compartilhado em sua rede social Copiar tudo Selecionar tudo Todos códigos copiados Códigos/textos não copiados, pressione [CTRL]+[C] (ou CMD+C no Mac) para copiar Sumário