Tambor da Aldeia - Liberdade de Imprensa

2ª edição do Brasília Innovation Week fomenta conexões e negócios entre empreendedores e investidores

Partilhar:
Danntec Engenharia

Evento de 17 a 20 de novembro tem como destaque mentorias, palestras e visitas a startups, coworkings e projetos sediados no DF

Startups, empreendedores, entidades e investidores atuantes no mercado local estarão reunidos na 2ª edição do Brasília Innovation Week, de 17 a 20 de novembro, no Biotic - Parque Tecnológico de Brasília. O evento integra o projeto Startup Brasília 2030 (SB2030), realizado pela Fundação de Apoio à Pesquisa e Inovação do Distrito Federal (FAPDF) e executado pela Associação das Startups e Empreendedores Digitais (Brasil Startups). A proposta é unir os mais diversos atores do ecossistema por meio de ações que promovam mais interações entre os stakeholders, capacitem os empreendedores e ofereçam ambientes propícios para a inovação aberta.

"O nosso objetivo nesta edição é dar publicidade ao que há de melhor na nossa cidade no que tange a empreendedorismo e startup, gerando mais conexões, sociedades, negócios. Para isso, convidamos empreendedores locais para palestrar para que o público conheça os cases que a nossa cidade possui na área de empreendedorismo e startups”, destaca o presidente da Brasil Startups, Hugo Giallanza. 

As inscrições para esta segunda edição já estão abertas, são gratuitas e podem ser efetuadas pelo link:https://bit.ly/eventos-brasilstartups. As vagas são limitadas.

Na primeira edição do evento, foram realizadas mais de 16 horas de mentorias, 8 horas de meetup, quase 30 horas de networking e mais de 10 investidores. Também houve, na ocasião, o pré-lançamento do Portal Observatório do Ecossistema -  um portal que permite incluir e mapear dados do ecossistema do Distrito Federal e  Região Integrada de Desenvolvimento (RIDE), para elaborar ações e atender às necessidades da região de forma objetiva e efetiva -, e o início das discussões para a criação do Fundo Patrimonial do Empreendedorismo do Futuro. 

“Essa série de eventos realizados em curto intervalo de tempo possibilita mais conexões e negócios para os empreendedores da nossa capital. Então, as pessoas que não conseguiram participar da primeira edição poderão vir nesta segunda”, ressalta o presidente da Brasil Startups. 

Destaques – Um dos destaques do Brasília Innovation Week é a realização do Innovatour Investor, com uma van que levará investidores e atores principais a conhecerem startups, coworkings e projetos sediados em Brasília, além de outras atividades promovidas pelos parceiros.

“Com o Innovatour Investor, vamos levar vários investidores para visitar um grupo seleto de startups do DF. Isso pode gerar um potencial muito grande, pois estamos possibilitando que empresas locais tenham contato com essa estrutura financeira e, quem sabe, consigamos converter isso em investimentos para nossa cidade. Essa situação só é possível pela nossa existência, promovendo essas conexões”, salienta o presidente da Brasil Startups, Hugo Giallanza. 

A programação também é composta de mentorias e workshops com profissionais experientes na área e meetups no estilo happy hour com a participação de atrações musicais, em ambiente propício para realização de networking, novas parcerias e novos negócios. Alguns dos temas abordados nas mentorias nos quatro dias de evento serão: Vendas e relacionamento com clientes; Passos para estruturar o financeiro da sua empresa; Networking, Marketing digital, entre outros. 

“Durante a programação dos meetups, também vamos promover pitches, que são apresentações rápidas de startups para investidores presentes no evento. Será uma excelente oportunidade para geração de networking e negócios estratégicos”, ressalta Tatiana Marques, diretora da Brasil Startups e coordenadora de drive de inovação do Startup Brasília 2030. “Outra novidade é a realização de agendas direcionadas à startups da área jurídica, que integram o drive Legaltech. Em parceria com a Probono, vamos oferecer mentorias e palestras direcionadas a esse público”, completa.

Os mentores são profissionais ligados à Brasil Startups, Centro de Operação, Talento e Inovação operado pela Cotidiano Aceleradora de Startups (C.O.T.I), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-DF), entre outros parceiros.

Outro destaque do evento é a transmissão de toda a programação nas redes sociais da Brasil Startups, permitindo que os inscritos impossibilitados de estar no local do evento acompanhem as palestras e toda a programação. Apesar das recentes flexibilizações divulgadas no Distrito Federal, todos os protocolos de prevenção à Covid-19 serão mantidos a fim de mitigar ao máximo o contágio da doença e quaisquer outras infecções virais durante atividades dessa natureza.

“Estamos com uma boa expectativa de público no modo presencial, mas o evento será transmitido pelas redes sociais e, com isso, também oferecemos a possibilidade de acesso às palestras de forma online", ressalta Giallanza. 

Entre as medidas adotadas pela organização, estão o uso obrigatório de máscara para participantes, palestrantes e visitantes durante todo o evento, a disponibilização de dispensers de álcool em gel, além de monitoramento de temperatura e distanciamento social nos ambientes. 

Ainda como parte das ações previstas no projeto Brasília Startup 2030, durante esta edição do Innovation Week, será dada continuidade à construção do Manifesto do Ecossistema do Distrito Federal e RIDE - uma declaração pública de intenções, motivações e visões das lideranças e stakeholders locais. O documento, que começou a ser criado durante a primeira edição do evento, tem a proposta de manifestar a visão e os desejos dos atores-chave, o que deve aumentar o apoio das lideranças empresariais e governamentais e atrair mais empreendedores.

Sobre o projeto - O projeto Startup Brasília 2030 atua em cinco drives de inovação. São eles: Edtech (startups que atuam na área de educação e que incorporam o uso da tecnologia nos métodos de aprendizagem ou no gerenciamento das instituições); Fintech (startups que trabalham para inovar e otimizar serviços do sistema financeiro); Healthtech (startups que desenvolvem tecnologias para otimizar o sistema de saúde e tudo a ele relacionado); Socialtech (startups que garantem que a revolução tecnológica produza um impacto social positivo) e Govtech (startups que têm como propósito gerar inovação para a gestão pública e auxiliar na economia de recursos públicos através de soluções tecnológicas).

Saiba mais sobre o trabalho da Brasil Startups em: brasilstartups.org/sobre.

Serviço

O quê: Brasília Innovation Week - 2ª edição

Quando:17 a 20 de novembro (2ª edição) e de 8 a 11 de dezembro (3ª edição).

Onde: Parque Tecnológico de Brasília – BIOTIC, Lote 4, Granja do Torto,

Brasília/DF

Horário: das 16h às 21h

Inscrições e programação: https://bit.ly/eventos-brasilstartups

Partilhar:

ABBP

ATUALIDADE POLITICA

ATUALIDADE POLÍTICA

Brasília

Distrito Federal

empreendedorismo

Negocios

tecnologia

0 comentários: