Boletim Corona Virus GovBR

Como destruir um país e um projeto político em 13 atos

Por Fernando Horta 1) faça uma extensa pesquisa histórica, sociológica, política e jurídica (as exatas não servem para nada aqui) e desc...

Por Fernando Horta

1) faça uma extensa pesquisa histórica, sociológica, política e jurídica (as exatas não servem para nada aqui) e descubra que o país tem 4 grandes "furos": (1) controle oligárquico da mídia, (2) juízes de primeiro grau com jurisdição total sobre qualquer parte do território nacional, seja física, administrativa ou burocrática, (3) que o legislativo, embora historicamente inerte e ineficiente tem poder para derrubar o executivo sem nenhum "contra-peso" e (4) população com um dos maiores graus de ignorância do planeta, especialmente a com curso superior. Nenhum outro país desenvolvido do mundo tem tamanho buraco.

2) inicie campanha frenética de ódio apoiado pela mídia e "movimentos sociais recém criados" sobre as figuras mais fortes e sobre as mais suscetíveis dos grupos-alvo AO MESMO TEMPO, para que haja o efeito contaminador sobre a opinião pública.

3) Crie cursos, projetos, qualificações-fantasma em direito, e especialmente em um assunto (pode ser corrupção, lavagem de dinheiro ou qualquer outro assunto...). Com isto selecione e empodere juízes parciais, mal formados e ignorantes o suficiente para que possam ser usados como desestabilizadores políticos sem quakquer escrúpulo ou dúvida. O pior preparado e mais moralista e político coloque no segundo grau como desembargador e deixe outros no primeiro.

4) Crie um processo "guarda-chuva" que possa começar investigando coisas locais e "escalar" para o assunto que será usado como central (como a corrupção na Petrobras). Crie uma "competência por derivação" estranha e fantasiosa e a defenda com muito dinheiro.

5) forneça aos agentes desta operação informações sigilosas (colhidas por escutas ilegais e impossíveis de serem aceitas em um processo normal) para que eles "esquentem" as provas por meio de diligências falsas mas que devem obedecer a um roteiro temporal claro. Para isto crie a "condução coercitiva" de forma que a velocidade do processo seja controlada unicamente pelos agentes previamente escolhidos e contatados.

6) vá enredando os alvos da ação em uma teia de informações falsas, ações espalhafatosas e provas plantadas (contratos sem assinatura, delações fabricadas e etc.) ao mesmo tempo que nega a defesa quakquer recurso (perícia, contraposição) sobre as provas. Faça com que o juiz e a mídia tomem as "evidências" que ambos produzem como verdades com uso intercambiável.

7) controle o segundo grau de jurisdição. Faça, logo no início do processo, um recurso banal (agravo de instrumento) "subir" ao segundo grau e com isto descubra qual turma ficará responsável por TODOS E QUALQUER recurso a partir de então (isto ocorreu em 2013 na lava a jato). Após mude a composição da turma sorteada colocando ali os juízes previamente selecionados e que estejam afinados com o "objetivo". Dois dos três desembargadores que julgaram lula foran colocado na turma APÓS a chegada da lava a jato. Gebran é um deles.

8) durante a fase de "preparação do terreno" institucional jurídico crie distrações políticas suficientemente grandes para encobrir as "novidades jurídicas" criadas ou utilizadas de forma permissiva como o "domínio do fato", a "cegueira deliberada", os "atos de ofício difusos" ou a "propriedade de fato" de bens para "lavagem de dinheiro" que não foi recebido. Um impeachment e passeatas podem servir.

9) prenda políticos de centro esquerda, esquerda ou fracos e desimportantes, indicie todos mas só investigue ou aja sobre os de alguma proximidade ideológica com os alvos escolhidos. Isto dará uma sensação de que a justiça está atuando sobre todo o espectro político e cria uma aura de imparcialidade.

10) tome o executivo e garanta que privatizações e indenizações serão pagas a quem investiu no projeto. O capital precisa ser remunerado o quanto antes para diminuir o risco. Atue especialmente sobre setores econômicos com capacidade de concorrência com as empresas dos grupos financiadores para maximizar os ganhos marginais de toda a operação.

11) deixe o exército de sobre aviso para "manter a ordem" e repita incessantemente, por vários canais, que está tudo normal e que as "instituições estão funcionando".

12) atue sobre o principal alvo de forma a inviabilizar qualquer vontade democrática que venha a ser mobilizada. Faça parecer que o alvo é "apenas mais um" numa luta colossal sobre a corrupção que nunca atinge nenhum dos apoiadores da operação com qualquer efeito prático.

13) ganhe o executivo (por golpe ou eleição) e faça "reformas" que precarizem a economia, a sociedade e criem uma crise material que faça o cidadão pobre se preocupar em sobreviver e não em lutar por direitos ou justiça.

COMENTÁRIOS

Atualidade Politica
Nome

abnt,25,acessibilidade,1,acidente de trabalho,3,Acolhimento,1,administração,12,Aerolula,1,agricultura,3,agronegócio,14,água,16,águas claras,1,Aldo Rebelo,1,alianças,1,Ambulatório,1,Amor Cantado,1,aneel,5,animais,7,antissocial,3,ar condicionado,15,Arlete Sampaio,1,arquitetura,9,Arruda,1,arte,3,artigo,40,ASSOCIE-SE,14,assosindicos,148,atacarejo,1,ateu,2,ativismo,9,ATUALIDADE POLÍTICA,733,automobilsmo,2,aviação,1,Banco Regional de Brasília,4,beleza,1,Bolsa Família,1,Brasil,17,brasilia,1,Brasília,6,BRB,11,caesb,8,câmeras,2,CAMPANHA DO AGASALHO,1,campanha eleitoral,15,câncer,5,candidatura,4,Carnaval,6,carreira,11,carteira,2,cartilha,2,Casa Civil,1,cassação,1,católica,1,CEB,6,celular,1,censura,2,Centro Administrativo,1,charge,2,cidadania,58,CIDADE,59,Cidades,9,ciência,1,cinema,8,CLDF,34,codhab,2,Código de Edificações,4,código de posturas,1,Collor,1,combate à dengue,2,combate ao câncer de próstata,1,comemoração,4,Companhia Energética de Brasília,6,comportamento,13,comunidade,1,comunismo,3,conciliacao,4,concurso,1,condomínio,64,conic,1,conselho profissional,8,construção civil,17,construtoras,3,consulta pública,7,consumidor,16,consumo,6,conta,5,contribuição sindical,4,contrução civil,3,convênio,2,CONVITE,34,copa2014,1,corpus Christi,1,Correio Braziliense,1,corrida eleitoral,33,corrupção,36,crise,14,crise hídrica,6,Cuidar e Amparar,1,cultura,26,curso superior,3,cursos,15,custo de construção,1,custos,1,data comemorativa,13,debate,3,Defesa,5,democracia,1,dengue,2,Deputado Distrital,9,Deputado Federal,7,DER-DF,3,Desenvolvimento Pessoal,1,despesas,1,Detran,19,DFTrans,5,dia do síndico,5,dia mundial da água,2,Diálogos com a Juventude,1,DIGA NÃO AO AUMENTO DE IMPOSTOS,30,Dilma,3,dinheiro,10,diploma,1,direita,2,direito,30,Distrito Federal,29,ditadura militar,4,dívidas,9,Dona Sarah Kubitschek,1,drogas,2,economia,107,economistas,1,EDITAL DE CONVOCAÇÃO,1,Eduardo Campos,1,educação,63,eleições,113,eleitor,10,eletricidade,10,elevadores,4,empreendedorismo,28,empregado,10,emprego,6,empresas,16,energia,50,engenharia,72,EnSínAC,14,ENTENDER CONDOMÍNIO,2,entorno,7,entretenimento,9,Escola de Síndicos,33,espionagem,1,esporte,22,estatuto,2,evasão de divisas,1,evento,34,Fan Fest,1,feminismo,1,Fernando Henrique Cardoso,1,FHC,2,FIFA,1,fim de ano,2,finanças,10,finanças pessoais,22,fogo,1,fort atacadista,2,futebol,7,gás,2,gastronomia,14,GDF,127,Geriatria,1,Gerontologia,1,gestão condominial,5,Goiás,46,golpe,11,golpismo,6,Governador,30,Governo,65,guerra,7,habitação,10,HEF,2,HEL,1,HESLMB,1,Hetrin,1,HSBC,1,humor,2,IBRAM,2,IESB,1,igreja,2,IMED,2,imóveis,28,impeachment,3,impostos,34,inadimplência,4,incêndio,5,indústria,3,inelegibilidade,3,INFORMAÇÃO,21,informática,1,ingressos,1,inovação,23,INSCRIÇÃO AQUI,1,inspeção,1,inspeção predial,5,internacional,1,internet,30,itormann,1,Joaquim Barbosa,1,Jornalismo,45,Juarezão,1,justica,7,justiça,56,juventude,4,lazer,10,Letícia González,1,LGPD,4,livro,3,Lúcia Amorim de Brito,1,Lula,3,machismo,1,Manuela D'Ávila,1,manutenção,9,Marconi Perillo,1,marketing,2,MCB,105,MCIT,2,medicina,3,meio-ambiente,7,mensalão do DEM,1,mercado,13,mesa do Natal,1,meteorologia,1,microgeração,4,mídia,9,militar,4,ministério,5,Ministério Publico,4,Miriam Belchior,1,mobilidade urbana,21,moda,1,Monitoramento,1,mulher na poílica,3,Mulheres,21,Mulheres na Política,3,multa,4,mundo,21,município,7,Natal,2,Natal do Milhão,1,Negocios,1,Neoenergia,3,neurociência,2,neuromarketing,2,normas,9,NOTICIAS,338,notificação,1,Novembro Azul,1,nutrição,1,obras,50,ocupe o centro,1,opinião,1,orçamento,1,ORDEM DE SERVIÇO,1,Pacto por Brasília,1,pandemia,78,Parque da Cidade,3,Partidos Políticos,40,Paulo Dubois,2,Paulo Octávio,1,PCdoB,2,PDSK,3,Perpétua Almeida,1,perseguidos políticos,1,pesquisa,8,petróleo,3,PL,19,playground,2,pmdb,1,polícia,8,Política,136,Porto Alegre,2,postos de saúde,12,prefeito,5,prefeitura,7,presidência da república,7,presidenta,1,presidente,18,profissional,14,Projeto de Lei,53,pronunciamento,2,propaganda política,4,propina,1,PSD,1,PSDB,6,pt,1,qualificação,22,reforma,6,reforma política,10,reformas,6,registro,3,regras de convivência,13,relacionamento,4,religião,7,revitalização,1,Ricardo Izar,1,Ricardo Lustosa,1,Roberto Santiago,1,rodovias,1,Rousseff,2,Sandra Faraj,1,Sarah Kubitscheck,1,saúde,193,sedhab,2,segeth,1,segurança,52,seguro,5,selo de qualidade,2,senado federal,17,serviços técnicos,5,setor elétrico,2,sia / guará,14,sindicatos,2,síndico,119,smartphone,3,solar,2,SOLIDARIEDADE,8,sonegação,2,sorteio de casas,1,STF,9,subsíndico,1,Supermercados,1,Supremo,2,sustentabilidade,23,tarifas,13,taxa,6,técnico,8,tecnologia,57,telecomunicação,4,tendência política,76,Terceira Idade,1,trabalhador,38,transito,1,trânsito,19,transporte coletivo,20,transportes,9,Trocando ideias entre Síndicos,2,TSE,30,turismo,10,UDN,1,utilidade pública,6,Utilidades de casa,1,Vida de Solteiro,1,video,11,vistoria,1,votação,3,WhatsApp,4,zelador,1,
ltr
item
Atualidade Política: Como destruir um país e um projeto político em 13 atos
Como destruir um país e um projeto político em 13 atos
https://4.bp.blogspot.com/-kINy4NMshdo/WByudZ-ulpI/AAAAAAAAcdk/BJd4uGeoO10jdrIhQxin6OKtCpVDtRV8gCLcB/s1600/luiz-inacio-lula-da-silva_0_0_0.jpg
https://4.bp.blogspot.com/-kINy4NMshdo/WByudZ-ulpI/AAAAAAAAcdk/BJd4uGeoO10jdrIhQxin6OKtCpVDtRV8gCLcB/s72-c/luiz-inacio-lula-da-silva_0_0_0.jpg
Atualidade Política
http://www.atualidadepolitica.com.br/2018/01/como-destruir-um-pais-e-um-projeto.html
http://www.atualidadepolitica.com.br/
http://www.atualidadepolitica.com.br/
http://www.atualidadepolitica.com.br/2018/01/como-destruir-um-pais-e-um-projeto.html
true
440335298870425399
UTF-8
Carregar todos Post não encontrado Ver todos Ler mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Início PÁGS POSTS Ver tudo Relacionadas Tópico Arquivo BUSCAR Todos Nenhuma resposta para a busca Início Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora 1 minuto há $$1$$ minutos 1 hora há $$1$$ horas Ontem há $$1$$ dias há $$1$$ semanas há mais de 5 semanas Seguidores Seguir CONTEÚDO EXLUSIVO - COMPARTILHE PARA ACESSAR 1º Compartilhe em suas redes sociais para liberar 2º Clique no link compartilhado em sua rede social Copiar tudo Selecionar tudo Todos códigos copiados Códigos/textos não copiados, pressione [CTRL]+[C] (ou CMD+C no Mac) para copiar Sumário