MTEC Energia

PIB do Brasil deve crescer 2% em 2024 com estabilidade macroeconômica, afirma especialista

Crescimento do PIB, controle da inflação e investimentos impulsionados por redução de juros e projetos de infraestrutura tornam favoráveis a...

Claudio Roberto Amitrano, durante lançamento do Atlas da Violência 2023, no Iphan. Foto Jose CruzAgência Brasil

Crescimento do PIB, controle da inflação e investimentos impulsionados por redução de juros e projetos de infraestrutura tornam favoráveis as perspectivas para a economia brasileira em 2024


Por Xinhua News

A economia brasileira deve manter sua tendência positiva em 2024, com um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) estimado em torno de 2%, controle da inflação e maiores investimentos, impulsionados pela redução da taxa de juros e do custo do crédito e pelos projetos do governo na área de infraestrutura.

Em entrevista à Xinhua, o economista Claudio Roberto Amitrano, diretor de Estudos e Políticas Macroeconômicas do estatal Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), destacou a perspectiva favorável para a economia brasileira no segundo ano de mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

No plano fiscal, o governo assumiu o compromisso de déficit fiscal primário zero, uma meta difícil de alcançar, mas que indica previsibilidade para a dívida pública bruta, atualmente perto de 74% do PIB.

Para o IPEA, os destaques deste ano são uma situação financeira mais confortável para as famílias e as iniciativas de investimento público-privadas vinculadas ao novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

De acordo com as projeções do IPEA, o crescimento econômico de 2023 deve fechar em cerca de 3%. A desaceleração prevista para 2024 se deve principalmente à esperada queda do valor agregado da agropecuária em 3,2%, resultado de adversidades climáticas.

Segundo Amitrano, o crescimento em 2023 foi muito superior ao previsto inicialmente pelo mercado financeiro porque os chamados multiplicadores fiscais estavam subestimados.

"O gasto público tem um impacto positivo no crescimento do produto e o impacto foi muito maior do que se imaginava originalmente, em especial das políticas sociais. O multiplicador é maior quanto mais incidir sobre as populações de baixa renda".

O programa Bolsa Família de renda básica para a população de baixos recursos foi ampliado para mais de 21 milhões de beneficiários e seu valor mínimo foi estabelecido por lei em 600 reais (US$125).

Embora em 2024 esse impacto para o crescimento não vá ser da mesma magnitude que no ano passado, o impulso fiscal ainda deve ser bastante significativo. O outro fator importante se refere aos investimentos públicos.

"Esse impacto também costuma ser subestimado pelo mercado. No ano passado, não tivemos muito impacto de investimento público porque o novo PAC não tinha saído do papel. Em 2024, devemos começar a ver algum impacto", explicou Amitrano.

"Com o governo Lula, o novo PAC tem uma nova característica: há uma interação maior entre investimento público e privado, o que reduz o custo fiscal do programa e pode aumentar potencialmente seu impacto para o PIB", ressaltou.

Outro fator importante para o desempenho econômico deste ano é a continuidade do processo de flexibilização monetária promovida pelo Banco Central, "extremamente positiva para o funcionamento da economia brasileira".

Em agosto, o BC iniciou um ciclo de cortes sucessivos da taxa básica de juros Selic, que passou de 13,75 para 11,75% anual e a expectativa é que continue a baixar nos próximos meses até chegar a 9% ao ano.

A redução dos juros contribui para a melhora da situação financeira das famílias, apoiada também pela política de valorização do salário-mínimo e pelo Programa Emergencial de Renegociação de Dívidas das Pessoas (Desenrola Brasil) para famílias de baixa renda.

"Ao cair a Selic, o custo do crédito cai, com impacto positivo para as empresas e as famílias que, nos últimos anos estiveram não só muito endividadas como também tiveram uma parte de sua renda comprometida com um pagamento de dívidas muito elevado, o que leva a uma redução do consumo ao longo do tempo", explicou.

O terceiro aspecto da redução da Selic é a redução no custo do endividamento, melhorando a situação patrimonial dos agentes econômicos, o que tende a fomentar as decisões de investimento.

"É um incentivo enorme para estimular o investimento. Prevemos uma melhoria da formação bruta de capital fixo. No ano passado tivemos queda da ordem de 3,3% e para 2024, projetamos um aumento de 2,6%", disse o diretor de Estudos e Políticas Macroeconômicas do IPEA.

Além disso, Amitrano destacou que a atuação do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), programas governamentais como o Minha Casa, Minha Vida e o ciclo político de eleições municipais podem impulsionar o investimento público direto.

Outro setor com muito potencial é a economia verde. "Nessa agenda, o Brasil tem muitas condições de captar recursos externos, já que há muitos fundos de investimento em busca de oportunidades na economia ambiental", destacou o economista.

COMENTAR

TÉCNICO INDUSTRIAL$type=complex$count=8$l=0$cm=0$rm=0$d=0$host=https://www.etormann.tk

Nome

#Corridadereis,1,#DeputadoFederalJulioCesar,2,#DER,1,#FauziNacfur,1,#Juliocesar,1,#SEL-DF,1,abnt,25,Ação social,22,acessibilidade,4,acidente de trabalho,4,Acolhimento,1,administração,18,Aerolula,1,agricultura,15,agro,132,agroindústria,2,agronegócio,31,água,28,águas claras,1,Aldo Rebelo,1,alianças,1,alimentação,11,Ambulatório,1,Amor Cantado,1,aneel,5,animais,18,Aniversário,4,antissocial,3,anvisa,1,aposentdos,2,aposta,3,ar condicionado,15,Arlete Sampaio,1,arquitetura,17,Arruda,1,arte,14,artigo,39,Assistência social,5,ASSOCIE-SE,14,assosindicos,147,atacarejo,1,ateu,2,ativismo,9,ATUALIDADE POLÍTICA,687,automobilsmo,4,aviação,6,Banco Regional de Brasília,5,BCB,2,beleza,1,biocombustíveis,7,biscoito,1,bolacha,1,Bolsa Família,1,Brasil,24,Brasília,39,BRB,25,brics,5,caesb,11,café,3,câmeras,2,CAMPANHA DO AGASALHO,1,campanha eleitoral,19,Canadá,1,câncer,13,candidatura,5,Carnaval,19,carne suína,1,carreira,17,carros elétricos,3,carteira,2,cartilha,2,Casa Civil,1,cassação,1,católica,1,CCBC,1,CEB,8,Ceilândia,2,celular,6,censura,2,Centro Administrativo,1,charge,2,chocolate,1,Churrasco,2,cidadania,94,Cidades,105,ciência,8,cinema,14,CLDF,61,clima,21,codhab,4,Código de Edificações,4,código de posturas,1,Collor,1,combate à dengue,31,combate ao câncer de próstata,5,combustíveis,14,comemoração,11,comércio,14,Companhia Energética de Brasília,6,Comper,4,comportamento,21,comunicação,4,comunidade,2,comunismo,4,conciliacao,4,concurso,21,condomínio,72,condomínios,13,conic,1,conselho profissional,18,construção civil,36,construtoras,5,consulta pública,10,consumidor,24,consumo,10,conta,8,contribuição sindical,6,convênio,3,CONVITE,32,cop28,6,copa2014,1,corpus Christi,1,Correio Braziliense,1,corrida eleitoral,33,corrupção,39,CPI,1,crianças em casa,6,Criptoativos,1,crise,16,crise hídrica,11,Cuidar e Amparar,1,culinária,1,cultura,104,curso superior,3,cursos,27,data comemorativa,30,debate,3,Defesa,8,democracia,5,dengue,10,Deputado Distrital,12,Deputado Federal,16,DER-DF,4,Desenvolvimento Pessoal,2,desmatamento,4,despesas,1,Detran,37,DFTrans,6,Dia do micro e pequeno empresário,1,dia do síndico,5,Dia dos Namorados,5,dia mundial da água,2,Diálogos com a Juventude,1,dicas,2,Dilma,5,dinheiro,15,diploma,1,direita,2,direito,61,Direito do Consumidor,4,Direitos Humanos,7,Distrito Federal,46,ditadura militar,4,dívidas,17,documento,5,Dona Sarah Kubitschek,1,drogas,3,ecologia,7,economia,323,economistas,2,Edital,6,EDITAL DE CONVOCAÇÃO,2,Eduardo Campos,1,educação,222,eleições,169,Eleições 2022,143,eleitor,12,eletricidade,11,elevadores,7,Embaixadas,5,empreendedorismo,46,empreender,13,empregado,10,empregos,52,empresas,84,energia,77,engenharia,112,EnSínAC,14,ENTENDER CONDOMÍNIO,2,entorno,33,entretenimento,29,Escola de Síndicos,33,ESG,1,ESPECIAL,1,espionagem,1,esporte,58,estatuto,2,estilo de vida,3,estradas,6,Estudar no Exterior,2,evasão de divisas,1,evento,129,Eventos,9,exercícios,3,exportação,9,falecimento,3,família,1,Fan Fest,1,Faz Aniversário,1,Fé,2,feminismo,1,FENACOM,1,feriados,2,Fernando Henrique Cardoso,1,festas juninas,2,FHC,2,FIEG,16,FIFA,1,fim de ano,7,fim de semana,1,finanças,31,finanças pessoais,61,Fipecafi,1,fogo,1,fort atacadista,2,frente parlamentar,1,futebol,13,Galeteria Beira Lago,1,gás,11,gastronomia,51,GDF,221,geologia,1,Geriatria,1,Gerontologia,1,gestão condominial,6,Goiás,292,golpe,21,golpismo,9,Governador,51,Governo,104,greve,4,Grupo Pereira,1,guerra,16,habitação,52,HEF,2,HEL,1,HESLMB,1,Hetrin,1,homenagem,5,HSBC,1,humor,2,IBGE,3,IBRAM,3,Idoso,5,IFG,1,igreja,2,IMED,2,imoveis,5,imóveis,85,impeachment,4,impostos,72,inadimplência,6,incc,1,incêndio,12,indígena,1,indústria,52,inelegibilidade,3,Informação,28,informática,1,ingressos,1,inovação,52,INSCRIÇÃO AQUI,1,inspeção,1,inspeção predial,5,INSS,1,internacional,28,internet,66,inverno,1,iptu,1,ipva,7,itormann,1,Joaquim Barbosa,1,Jornalismo,82,Juarezão,1,justiça,136,juventude,4,Lançamento,1,lazer,31,Legislação,4,lei,14,LGPD,6,licitação,5,livro,13,loteria,1,Lúcia Amorim de Brito,1,Lula,18,machismo,1,manifestação,1,manutenção,10,Maranhão,1,Márcio Antonelo,1,Marconi Perillo,1,marketing,6,material de construção,1,MCB,101,MCIT,2,MCTI,2,medicina,14,MEI,1,meio-ambiente,41,melhor idade,1,mensalão do DEM,1,mercado,49,mercosul,2,mesa do Natal,1,meteorologia,2,microgeração,8,Microsoft,1,mídia,12,militar,8,Minas Gerais,3,mineração,8,ministério,6,Ministério Publico,4,Miriam Belchior,1,Mobilidade,10,mobilidade urbana,24,moda,6,Monitoramento,2,mst,2,Mulheres,67,Mulheres na Política,10,multa,5,mundo,133,Mundo dos Filtros,1,município,12,Natal,12,Natal do Milhão,1,Negócios,14,Neoenergia,6,neurociência,2,neuromarketing,2,Nobratta,1,normas,12,NOTICIAS,1060,notificação,1,novacap,2,Novembro Azul,1,nutrição,1,obras,93,ocupe o centro,1,opinião,130,Oportunidade,3,orçamento,9,ORDEM DE SERVIÇO,1,Pacto por Brasília,1,pandemia,78,Parceiro do Ano,1,Parque da Cidade,5,Partidos Políticos,50,Paulo Dubois,2,Paulo Octávio,1,Paulo Roque,4,PCdoB,2,PDSK,4,Perpétua Almeida,1,Perse,1,perseguidos políticos,1,pesca,5,pesquisa,19,petrobras,9,petróleo,16,PL,25,playground,2,pmdb,1,podcast,1,polícia,58,Política,288,população,1,Porto Alegre,2,postos de saúde,15,prefeito,5,prefeitura,9,Premiação,16,presidência da república,10,presidenta,1,presidente,21,previdência,2,privatização,1,Procon,1,profissional,27,profissões,8,Projeto de Lei,71,pronunciamento,2,propaganda política,5,propina,1,Prosperi,1,PSD,1,PSDB,6,pt,2,qualificação,29,reforma,7,reforma agrária,1,reforma política,10,reforma tributária,25,reformas,8,registro,4,regras de convivência,13,relacionamento,5,religião,16,revitalização,1,Ricardo Izar,1,Ricardo Lustosa,1,rio,25,Rio de Janeiro,1,Roberto Santiago,1,rock,2,rodovias,2,Rondônia,1,Roosevelt,1,Rousseff,2,Sandra Faraj,1,saneamento,3,São Paulo,14,Sarah Kubitscheck,1,saúde,436,sedhab,2,segeth,1,segurança,104,seguro,8,selo de qualidade,2,senado federal,20,serviço social,6,serviços técnicos,10,servidor público,4,sesc,3,setor elétrico,20,setor energético,19,setor produtivo,24,sia / guará,14,sindicatos,17,síndico,125,síndicos,7,SLU,5,smartphone,3,socialismo,1,solar,8,Solidariedade,11,sonegação,7,sorteio de casas,1,STF,18,subsíndico,1,Supermercados,1,Supremo,2,sustentabilidade,59,tarifas,23,taxa,8,Teams Ideas,1,técnico,16,técnicos industriais,6,tecnologia,132,telecomunicação,11,tempo,12,tendência política,79,Terceira Idade,1,trabalhador,72,Trabalho,19,transito,5,trânsito,32,transporte,5,transporte coletivo,42,transportes,28,Trocando ideias entre Síndicos,2,TSE,54,turismo,48,TV,8,UDN,1,Universidades,1,utilidade pública,6,Utilidades de casa,1,vacina,22,Vai dar Roque,1,Valparaíso de Goiás,12,Vida de Solteiro,1,Vida longa,1,video,14,vinho,2,vistoria,1,Viver no Exterior,1,votação,3,WhatsApp,4,zelador,1,
ltr
item
Atualidade Política: PIB do Brasil deve crescer 2% em 2024 com estabilidade macroeconômica, afirma especialista
PIB do Brasil deve crescer 2% em 2024 com estabilidade macroeconômica, afirma especialista
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEgQ3Hx4_ydUXqFrsLq1bYiSGDjCo5J4fyIjv4ldTQz1DoyE-T3iVSSC4gdefBl-Do7lfmatOo9SngD983kChLaLFxv_SdnZ3DkO2L0szy7lMYY0gsbTLq1UIRCXNOZ1XZ27pYHvMQ_gK3aZ5XHDfk4CFtqBDnptgWTPvD1muwfm-EVViK_QbZHACv5TxGs/s16000/Claudio-Roberto-Amitrano-IPEAl.webp
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEgQ3Hx4_ydUXqFrsLq1bYiSGDjCo5J4fyIjv4ldTQz1DoyE-T3iVSSC4gdefBl-Do7lfmatOo9SngD983kChLaLFxv_SdnZ3DkO2L0szy7lMYY0gsbTLq1UIRCXNOZ1XZ27pYHvMQ_gK3aZ5XHDfk4CFtqBDnptgWTPvD1muwfm-EVViK_QbZHACv5TxGs/s72-c/Claudio-Roberto-Amitrano-IPEAl.webp
Atualidade Política
http://www.atualidadepolitica.com.br/2024/01/pib-do-brasil-deve-crescer-2-em-2024.html
http://www.atualidadepolitica.com.br/
http://www.atualidadepolitica.com.br/
http://www.atualidadepolitica.com.br/2024/01/pib-do-brasil-deve-crescer-2-em-2024.html
true
440335298870425399
UTF-8
Carregar todos Post não encontrado Ver todos Ler mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Início Pág. POSTS Ver tudo Relacionadas Tópico Arquivo BUSCAR Todos Nenhuma resposta para a busca Início Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora há 1 minuto há $$1$$ minutos há 1 hora há $$1$$ horas Ontem há $$1$$ dias há $$1$$ semanas há mais de 5 semanas Seguidores Seguir CONTEÚDO EXLUSIVO - COMPARTILHE PARA ACESSAR 1º Compartilhe em suas redes sociais para liberar 2º Clique no link compartilhado em sua rede social Copiar tudo Selecionar tudo Todos códigos copiados Códigos/textos não copiados, pressione [CTRL]+[C] (ou CMD+C no Mac) para copiar Sumário