MTEC Energia

Opinião: A criação de Oppenheimer e seus frutos duradouros

João Alfredo Lopes Nyegray e Luis Carlos Dal'Toè Geittenes* Organizado e implementado pelos Estados Unidos a partir de 1942, o Projeto M...

João Alfredo Lopes Nyegray e Luis Carlos Dal'Toè Geittenes*


Organizado e implementado pelos Estados Unidos a partir de 1942, o Projeto Manhattan buscava explorar o processo de fissão nuclear para fins militares - algo além dos conhecimentos daquele tempo. Essa época coincide com a entrada dos EUA na Segunda Guerra Mundial, quando foi testada - em 1945 - a primeira bomba atômica do mundo.

Foram, como bem nos lembra a história, dois artefatos: um em Hiroshima e outro em Nagasaki, no Japão. O uso das primeiras bombas atômicas, já no final do Segundo Conflito Mundial, certamente catalisou a rendição japonesa, mas - por outro lado - iniciou um cenário global de corrida armamentista e instabilidade num início de Guerra Fria.

De um lado, o uso da obra de Oppenheimer reforçou a confiança norte-americana, seja em reuniões subsequentes ao pós-guerra seja em termos políticos globais, tornando os EUA ainda mais determinados a obter compromissos do governo soviético. Para os norte-americanos, o monopólio sobre a bomba atômica ameaçaria a segurança da URSS, limitando suas opções e gerando uma vantagem desproporcional para Washington, em comparação à força convencional do Exército Vermelho na Europa. Com uma bomba atômica, os EUA poderiam assegurar a reconstrução econômica da Europa - arrasada pela Segunda Guerra Mundial - sem urgência em corresponder às capacidades militares soviéticas.

A posse de artefatos nucleares pelos Estados Unidos impactou a Europa Ocidental, ao passo que garantiu aos europeus maior segurança por estarem sob o “guarda-chuva nuclear” americano. Isso fez com que os europeus não necessitassem firmar acordos externos com a União Soviética.

Mas a inspiração e confiança norte-americana por conta da posse de artefatos nucleares após a Guerra Fria não perdurou, e, em 1949, a União Soviética explodiu com sucesso sua primeira bomba atômica. Na sequência, a tecnologia foi replicada pelo Reino Unido em 1952, pela França em 1960 e pela China em 1964. Dessa forma, logo em 1962, os soviéticos implantaram mísseis nucleares em Cuba, para tentar forçar concessões dos EUA na Europa, gerando outro caso de diplomacia atômica - ato de uso ou a ameaça de guerra nuclear. Durante a Guerra Fria, inúmeras foram as ocasiões em que uma forma de diplomacia atômica foi empregada tanto pelos EUA quanto pela URSS.

Em nossos dias, o receio de uma escalada nuclear na atual Guerra da Ucrânia é um herança deixada por esse período da Guerra Fria. Primeiro, pois muitos apontam que o atual conflito trata-se de um embate indireto entre a OTAN e a Rússia; haja vista o envio de armamentos, equipamentos militares e suprimentos para os ucranianos. De outro, EUA e União Europeia não atacariam diretamente a Rússia, temendo o uso de armas atômicas por Moscou.

Aqui, há um jogo de interesses; uma “dança” diplomática na qual a mera suspeita de agressão leva a intensas tensões internacionais. O que vivemos hoje é um caso emblemático do dilema da segurança nas relações internacionais, em que Estados preocupados com sua preservação buscam adquirir meios para garanti-la. Para isso, incrementam-se capacidades militares, o que gera novas ondas de corridas armamentistas. No fim, aumenta a insegurança do sistema como um todo. Considerando que, atualmente, a Polônia vem se armando fortemente, isso é - em alguma medida - o que a Europa presenciou hoje.

Enquanto inicialmente as armas nucleares e seus vários meios de lançamento existem pelas necessidades impulsionadas pelas inseguranças humanas, o real litígio nessa esfera é a busca duradoura por uma segurança que se manifesta na luta por projeção e influência. O que presenciamos na atual política global é um cenário em que algo do comportamento dos Estados continua sendo produto de intensa competição.

Que as semelhanças com o passado terminem por aqui, ou a próxima barreira a ser rompida será efetivamente o uso da força nuclear entre potências.

*João Alfredo Lopes Nyegray é doutor e mestre em Internacionalização e Estratégia. Especialista em Negócios Internacionais. Advogado, graduado em Relações Internacionais. Coordenador do curso de Comércio Exterior e do Observatório Global da Universidade Positivo (UP). Instagram: @janyegray

*Luis Carlos Dal’Toè Geittenes é internacionalista, egresso do curso e do Observatório Global de Relações Internacionais da Universidade Positivo (UP).

COMENTAR

TÉCNICO INDUSTRIAL$type=complex$count=8$l=0$cm=0$rm=0$d=0$host=https://www.etormann.tk

Nome

abnt,25,Ação social,32,acessibilidade,4,acidente de trabalho,5,Acolhimento,1,adasa,1,administração,19,Aerolula,1,agricultura,36,agro,206,agroindústria,11,agronegócio,37,água,47,águas claras,2,Aldo Rebelo,1,alianças,1,alimentação,27,Ambulatório,1,Amor Cantado,1,Anderson Miranda,1,aneel,5,animais,27,Aniversário,5,antissocial,4,anvisa,1,aposentdos,3,aposta,5,ar condicionado,15,Arlete Sampaio,1,arquitetura,18,Arruda,1,arte,27,artigo,39,Assistência social,7,ASSOCIE-SE,14,assosindicos,147,atacarejo,1,ateu,2,ativismo,9,ATUALIDADE POLÍTICA,626,automobilsmo,4,aviação,11,Banco Regional de Brasília,5,BCB,2,beleza,1,biocombustíveis,11,bioeconomia,1,biscoito,1,bolacha,1,Bolsa Família,1,Brasil,54,Brasília,49,BRB,37,brics,5,caesb,18,café,5,câmeras,3,CAMPANHA DO AGASALHO,1,campanha eleitoral,20,Canadá,1,câncer,13,candidatura,5,CANOAS,1,Carnaval,19,carne suína,1,carreira,19,carros elétricos,5,carteira,2,cartilha,2,Casa Civil,1,cassação,1,católica,1,CCBC,1,CEB,8,Ceilândia,2,CELEBRAÇÃO,1,celular,8,censura,2,Centro Administrativo,1,Cesta Básica,1,CESTAS BÁSICAS,1,charge,2,chocolate,2,Churrasco,2,cidadania,110,Cidades,141,ciência,16,cinema,15,CLDF,77,clima,32,codhab,7,Código de Edificações,4,código de posturas,1,Collor,1,combate à dengue,44,combate ao câncer de próstata,5,combustíveis,15,comemoração,11,comércio,23,Companhia Energética de Brasília,6,Comper,5,comportamento,26,comunicação,5,comunidade,3,COMUNIDADE LUSITANA,1,comunismo,4,conciliacao,4,concurso,39,condomínio,72,condomínios,17,conic,1,conselho profissional,23,construção civil,39,construtoras,5,consulta pública,16,consumidor,29,consumo,11,conta,9,contabilidade,3,contribuição sindical,6,convênio,3,CONVITE,32,cop28,6,copa2014,1,CORPO DIPLOMÁTICO,1,corpus Christi,1,Correio Braziliense,1,corrida eleitoral,34,corrupção,42,CPI,1,crianças em casa,7,Criptoativos,1,crise,16,crise hídrica,16,Cuidar e Amparar,1,culinária,1,cultura,146,curso superior,3,cursos,31,data comemorativa,34,DATA NACIONAL,1,debate,3,Defesa,10,democracia,7,dengue,15,Deputado Distrital,15,Deputado Federal,16,DER-DF,6,Desenvolvimento Pessoal,3,desmatamento,4,despesas,1,Destaque,11,Destaques,6,Detran,42,DF,9,DFTrans,6,Dia do micro e pequeno empresário,1,dia do síndico,5,Dia do Trabalhador,2,Dia dos Namorados,7,dia mundial da água,10,DIA NACIONAL,1,Diálogos com a Juventude,1,dicas,2,Dilma,5,dinheiro,18,diploma,1,direita,2,direito,70,Direito do Consumidor,5,Direitos Humanos,25,Distrito Federal,194,ditadura militar,6,dívidas,21,documento,8,Dona Sarah Kubitschek,1,drogas,7,ecologia,8,economia,412,economistas,3,Edital,8,EDITAL DE CONVOCAÇÃO,2,Eduardo Campos,1,educação,288,eleições,174,Eleições 2022,144,eleitor,15,eletricidade,14,elevadores,9,EMBAIXADA DE PORTUGAL,1,Embaixadas,7,empreendedorismo,51,empreender,14,empregado,13,Emprego,1,empregos,78,empresas,116,energia,89,engenharia,120,EnSínAC,14,ENTENDER CONDOMÍNIO,2,entorno,46,entretenimento,32,Escola de Síndicos,33,escorpião,1,ESG,1,ESPECIAL,1,espionagem,2,esporte,80,Esportes,1,ESTADOS,1,estatuto,2,estilo de vida,3,estradas,9,Estudar no Exterior,2,evasão de divisas,1,eventos,52,exercícios,3,exportação,26,FABIANA CEIHAN,1,falecimento,6,família,3,Famosos,1,Fan Fest,1,Faz Aniversário,1,Fé,2,fecomércio,2,feminismo,1,FENACOM,1,feriados,3,Fernando Henrique Cardoso,1,festas juninas,6,FHC,2,FIEG,28,FIFA,1,fim de ano,7,fim de semana,1,finanças,43,finanças pessoais,75,Fipecafi,1,fiscal,1,Foco Educação,1,FocoCAR,1,fogo,1,fort atacadista,3,frente parlamentar,1,futebol,19,Galeteria Beira Lago,1,gás,14,gastronomia,46,GDF,258,geologia,1,Geriatria,1,Gerontologia,1,gestão condominial,7,Gim,1,Goiás,362,golpe,23,golpismo,11,Governador,51,Governo,119,greve,8,GRITO DA CADEIA LÁCTEA,1,Grupo M4,1,Grupo Pereira,3,guerra,17,habitação,72,HEF,2,HEL,1,HESLMB,1,Hetrin,1,HOLANDA,1,homenagem,10,homocentro,1,HSBC,1,humor,2,IBGE,6,IBRAM,3,Idoso,9,IFG,1,igreja,2,IMED,2,imóveis,102,impeachment,4,impostos,97,inadimplência,7,incc,1,incêndio,13,INCLUSÃO,2,indígena,1,indústria,72,inelegibilidade,3,inflação,200,Informação,33,informática,1,ingressos,1,inovação,63,INSCRIÇÃO AQUI,1,inspeção,1,inspeção predial,5,INSS,2,internacional,32,internet,84,inverno,1,iptu,1,ipva,7,itormann,1,Joaquim Barbosa,1,Jogos Eletrônicos,1,Jornalismo,85,Juarezão,1,justiça,195,juventude,4,Lançamento,1,lazer,46,Legislação,8,lei,19,LGPD,6,licitação,20,livro,22,loteria,2,Lúcia Amorim de Brito,1,Lula,19,machismo,1,manifestação,1,manutenção,11,Maranhão,1,Márcio Antonelo,1,Marconi Perillo,1,marketing,8,material de construção,1,MCB,101,MCIT,2,MCTI,2,medicamentos,6,medicina,19,MEI,2,meio-ambiente,79,melhor idade,1,mensalão do DEM,1,mercado,50,mercosul,2,mesa do Natal,1,meteorologia,2,microgeração,10,Microsoft,1,mídia,12,militar,8,Minas Gerais,3,mineração,11,ministério,6,Ministério Publico,5,Miriam Belchior,1,Mobilidade,13,mobilidade urbana,28,moda,6,Monitoramento,2,mst,3,Mulheres,89,Mulheres na Política,10,multa,7,mundo,134,Mundo dos Filtros,1,município,12,Natal,12,Natal do Milhão,1,Negócios,17,Neoenergia,8,neurociência,2,neuromarketing,2,NEWS,1,Nobratta,1,normas,14,NOTICIAS,1057,NOTÍCIAS,43,notificação,1,novacap,3,Novembro Azul,1,nutrição,2,obras,118,ocupe o centro,1,opinião,174,Oportunidade,3,orçamento,12,ORDEM DE SERVIÇO,1,Pacto por Brasília,1,PAÍSES BAIXOS,1,pandemia,78,Parceiro do Ano,1,Parque da Cidade,5,Partidos Políticos,53,Paulo Dubois,2,Paulo Octávio,1,Paulo Roque,4,PCdoB,2,PDSK,5,Perpétua Almeida,1,Perse,1,perseguidos políticos,1,pesca,12,pesquisa,25,petrobras,13,petróleo,17,PL,26,playground,2,pmdb,1,podcast,1,polícia,92,Política,318,população,2,Porto Alegre,3,postos de saúde,17,prefeito,5,prefeitura,9,Premiação,24,presidência da república,10,presidenta,1,presidente,21,previdência,6,privatização,3,Procon,2,profissional,31,profissões,9,Projeto de Lei,78,pronunciamento,2,propaganda política,5,propina,1,Prosperi,1,PSD,1,PSDB,6,psicologia,4,pt,2,qualificação,33,QUIT ALIMENTOS,2,QUIT CESTAS,2,rádio,2,recicláveis,2,reforma,7,reforma agrária,4,reforma política,10,reforma tributária,37,reformas,9,registro,4,regras de convivência,15,REGULAMENTAÇÃO,1,REI WILLEM-ALEXANDER,1,RELAÇÃO BILATERAL,1,relacionamento,5,religião,18,revitalização,1,Ricardo Izar,1,Ricardo Lustosa,1,rio,25,Rio de Janeiro,1,RIO GRANDE DO SUL,1,Roberto Santiago,1,rock,3,rodovias,2,Rondônia,1,Roosevelt,1,Rousseff,2,Sandra Faraj,1,saneamento,7,São Paulo,17,Sarah Kubitscheck,1,saúde,567,sedhab,2,segeth,1,segurança,119,seguro,10,selo de qualidade,2,senado federal,23,Serviço,1,serviço social,7,serviços técnicos,10,servidor público,4,sesc,3,setor elétrico,27,setor energético,30,SETOR LÁCTEO,1,setor produtivo,40,sia / guará,14,sindicatos,22,síndico,125,síndicos,9,SLU,9,smartphone,3,socialismo,1,Socialite em Foco,1,Sociedade,2,solar,8,Solidariedade,30,sonegação,14,sorteio de casas,1,STF,34,subsíndico,1,Supermercados,2,Supremo,2,sustentabilidade,76,tarifas,29,taxa,8,TBR,1,Teams Ideas,1,técnico,17,técnicos industriais,8,tecnologia,155,telecomunicação,20,tempo,12,tendência política,79,Terceira Idade,1,trabalhador,81,Trabalho,31,transito,5,trânsito,38,transporte,8,transporte coletivo,53,transportes,31,Trocando ideias entre Síndicos,2,TSE,59,turismo,73,TV,11,UDN,1,Universidades,2,utilidade pública,6,Utilidades de casa,2,vacina,44,Vai dar Roque,1,Valparaíso de Goiás,13,Vida de Solteiro,1,Vida longa,1,video,14,vinho,2,vistoria,1,Viver no Exterior,1,votação,3,WhatsApp,4,zelador,1,
ltr
item
Atualidade Política: Opinião: A criação de Oppenheimer e seus frutos duradouros
Opinião: A criação de Oppenheimer e seus frutos duradouros
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEgDprPeymIiHcurjrCSHZJb63K7aNuV8LPRjupzqpLvdWh2Vy5-ynfHklD5BPbyadUj-zCt0UvR6JROvhXB_qF10BRz4rWAKKUe3xOPnf-I0CBdoWwS84N_9V_xhgW2S_NK7AGAVO9dv_l8so2FQZLHjtXKYXdzQ1ca89sXeRZqyB03z-r2CD9Iwkb3uFc/s320/JOAO-NYEGRAY-2.jpg
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEgDprPeymIiHcurjrCSHZJb63K7aNuV8LPRjupzqpLvdWh2Vy5-ynfHklD5BPbyadUj-zCt0UvR6JROvhXB_qF10BRz4rWAKKUe3xOPnf-I0CBdoWwS84N_9V_xhgW2S_NK7AGAVO9dv_l8so2FQZLHjtXKYXdzQ1ca89sXeRZqyB03z-r2CD9Iwkb3uFc/s72-c/JOAO-NYEGRAY-2.jpg
Atualidade Política
https://www.atualidadepolitica.com.br/2023/09/opiniao-criacao-de-oppenheimer-e-seus.html
https://www.atualidadepolitica.com.br/
https://www.atualidadepolitica.com.br/
https://www.atualidadepolitica.com.br/2023/09/opiniao-criacao-de-oppenheimer-e-seus.html
true
440335298870425399
UTF-8
Carregar todos Post não encontrado Ver todos Ler mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Início Pág. POSTS Ver tudo Relacionadas Tópico Arquivo BUSCAR Todos Nenhuma resposta para a busca Início Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora há 1 minuto há $$1$$ minutos há 1 hora há $$1$$ horas Ontem há $$1$$ dias há $$1$$ semanas há mais de 5 semanas Seguidores Seguir CONTEÚDO EXLUSIVO - COMPARTILHE PARA ACESSAR 1º Compartilhe em suas redes sociais para liberar 2º Clique no link compartilhado em sua rede social Copiar tudo Selecionar tudo Todos códigos copiados Códigos/textos não copiados, pressione [CTRL]+[C] (ou CMD+C no Mac) para copiar Sumário