MTEC Energia

Com China desacelerando, Índia pode ser a bola da vez

10º Encontro Internacional de Comércio Exterior: Explorando o Potencial Exportador de Goiás no Mercado Globalizado...


10º Encontro Internacional de Comércio Exterior: Explorando o Potencial Exportador de Goiás no Mercado Globalizado

Com público recorde, a Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), por meio do Centro Internacional de Negócios (CIN) e do Conselho Temático de Comércio Exterior (CTComex), realizou quarta-feira (13/09) o 10º Encontro Internacional de Comércio Exterior (Eice). Mais de 400 participantes lotaram o auditório João Bennio, na Casa da Indústria, em Goiânia, para discutir o tema Comércio Internacional: Desafios e Oportunidades no Mercado Globalizado. 

O encontro contou com palestras dos economistas Ecio Costa e André Galhardo, que analisaram a atual conjuntura nacional e internacional e as chances que o País possui de atrair novos investimentos diante da tendência nearshoring (encurtar as cadeias de produção, aproximando os elos para perto dos países de origem). Houve ainda um painel da Apex Brasil, com oportunidades para os produtos brasileiros nos mercados sul-americano e europeu.

Na abertura do evento, o presidente da Fieg, Sandro Mabel, destacou os ativos e vantagens competitivas que Goiás possui e que podem ser explorados no contexto do comércio exterior. "O Estado é rico em recursos naturais, como a agroindústria, mineração e produção de alimentos, que têm um grande potencial de exportação. Entretanto, para aproveitar essas oportunidades, é essencial que o governo, as empresas e a sociedade civil trabalhem juntos para superar os desafios."

A estratégia foi reforçada pelo presidente do Conselho Temático de Comércio Exterior da Fieg, William O'Dwyer. "Há mais de uma década, a Fieg mantém a chama do comércio exterior acesa em Goiás, mostrando que a internacionalização é acessível para todos, independentemente do porte da empresa. Hoje, a marca made in Goiás já é reconhecida lá fora. O sucesso na exportação não é medido somente pelo produto, mas também pela referência de quem o produz."

REFORMAS ESTRUTURAIS

O economista Écio Costa, que conduziu a palestra magna nesta edição do Eice, destacou a importância das reformas estruturais para a melhoria do ambiente de negócios no Brasil, aumentando a competitividade do País para atração de novos investimentos. "Se a gente não consegue produzir para atender ao mercado interno, como vamos pensar em exportar. Essa cultura exportadora para pequenos negócios passa pela desburocratização do processo."

De acordo com o economista, a indústria é o setor que mais sente o impacto do Custo Brasil. A alta carga tributária interfere na competitividade, impacta a produtividade e encarece insumos, o que acaba prejudicando a jornada do empresário que busca expandir negócios além-fronteiras e a concorrência com produtos importados.

Écio Costa ressaltou ainda movimentos no cenário internacional que indicam a Índia como a bola da vez, sobretudo com a desaceleração da segunda maior economia do mundo. "A Índia cresce com ritmo chinês", afirmou.

Com exceção do ano de 2020, que marcou o início da pandemia, o país asiático apresentou crescimento do PIB de 9,1%, em 2021, 7%, em 2022, e números parciais de 2023 indicam que o crescimento já beira os 7%. Até o final do ano é esperado ainda que a população indiana ultrapasse a chinesa, com 1,42 bilhão de pessoas. "Temos muito que avançar e ampliar negócios com a Índia e os empresários precisam estar atentos às oportunidades."

O especialista salientou o potencial do Brasil de continuar crescendo com o complexo do agronegócio. "O Brasil é a Arábia Saudita do agronegócio. Eles têm petróleo, nós temos água", afirmou, destacando nosso desempenho no comércio exterior na produção de commodities.

Outro ponto abordado por Écio Costa foi a atual dinâmica nearshoring, onde empresas movimentam-se para aproximar sua produção com transferência de atividades de negócios para países mais próximos geograficamente. "O Brasil precisa melhorar sua governança e pode crescer a passos largos, caso promova uma abertura comercial para atração de mais negócios."

A opinião foi compartilhada pelo economista André Galhardo, da consultoria Análise Econômica, no painel A Nova Configuração Geopolítica Global e as Oportunidades para o Brasil. "Desde o mandato do Trump [ex-presidente dos EUA], acompanhamos um processo de desglobalização, com maior protecionismo econômico. Hoje, mais de 60% das empresas querem trazer para perto sua produção."

Galhardo pontuou que nesse processo de nearshoring, considerando o acirramento da guerra comercial entre Estados Unidos e China, as empresas buscam se antecipar ao trazer a produção para mais perto. "Nesse contexto, América Latina e África podem se beneficiar nessa atração de investimentos. Se eu for apostar em dois países para absorver essa migração de produção, seria no Brasil e no México, atualmente as duas maiores economias da América Latina", avaliou, ao observar que, no México, existem limites, como mão de obra, câmbio, capacidade de produção e infraestrutura; enquanto no Brasil há minerais estratégicos, o que o torna uma alternativa mais interessante.

Para ele, além da neutralidade política, o Brasil possui diferenciais competitivos estratégicos, como os insumos demandados pela nova indústria. Entretanto, é preciso que o País continue trabalhando pelas reformas estruturais e cumprimento das metas de inflação. "Não dá pra contar somente com a desvalorização cambial para tornar a produção competitiva. Precisamos fazer nosso dever de casa, melhorar o ambiente de negócios, para não perder o bonde do crescimento."

Considerando a economia de Goiás, Galhardo destacou a mão de obra qualificada, a conexão entre o agro e a indústria, as jazidas minerais, com insumos que a nova indústria precisa para crescer e se desenvolver, como diferenciais nessa atração de novos investimentos.

O 10º Encontro Internacional de Comércio Exterior (Eice) foi correalizado com o Sebrae, com patrocínio do Grupo Porto Seco Centro-Oeste e DHL, além de apoio dos Correios, da Apex Brasil e Fecomércio.

O evento contou com presença do secretário estadual de Indústria e Comércio, Joel Sant'Anna Braga; do secretário estadual de Agricultura e Pecuária, Pedro Leonardo; do diretor de Administração e Finanças do Sebrae Goiás, João Carlos Gouveia; do diretor de Relações Internacionais da Fecomércio, Marcelo Gomes; do diretor de Operações do Grupo Porto Seco Centro-Oeste, Everaldo Fiatkoski; do superintendente estadual dos Correios em Goiás, Henrique Almeida; e de representantes diplomáticos da Bélgica, Alemanha, Portugal, China, Líbano e Gana.

PAINEL APEXBRASIL

Dentro da programação do Eice, foram discutidos ainda os erros e acertos no processo de exportação, com cases de mercados da América do Sul e Europa. A mesa-redonda foi mediada pela representante Regional Centro-Oeste do Escritório ApexBrasil Goiânia, Cíntia Faleiro, com participação do gerente-geral da ApexBrasil em Bogotá, Marcello Martins, e da trade-officer do Escritório da ApexBrasil na Bélgica, Magdalena Smorczewska. Os empresários Rodolfo Vieira (Brasil Direto) e Sara Silva (Bioline) falaram sobre a experiência que tiveram nesse processo de internacionalização, detalhando as dificuldades que enfrentaram e as oportunidades que surgiram ao se lançar no comércio exterior.

"O aprendizado é diário. Precisamos nos adequar e adaptar o produto para o mercado colombiano, mas tivemos toda uma rede de apoio da Apex para encontrar parceiros e programas que nos auxiliaram nessa regionalização da operação", afirmou Sara Silva, gerente de Exportações da Bioline, empresa de Anápolis, do setor de medicamentos, que hoje exporta para países da América Latina e do Oriente Médio.

A trade-officer Magdalena Smorczewska destacou que uma estratégia de exportação não pode ser ancorada somente no câmbio. "A Europa é um mercado estável, que preza por relações comerciais de médio e longo prazo. É preciso investir em certificações, que abrem um leque de oportunidades, diferenciando o produto da concorrência", destacou, ressaltando que o Brasil tem muito a oferecer, principalmente nos setores de alimentos e bebidas, moda e produtos de beleza.

A representante da Apex na Europa sustentou também que é imprescindível o conhecimento do idioma inglês, bem como a adaptação de embalagens. Além disso, uma estratégia de divulgação nas redes sociais para suporte na divulgação pode contribuir com o sucesso do produto no mercado internacional.

COMENTAR

TÉCNICO INDUSTRIAL$type=complex$count=8$l=0$cm=0$rm=0$d=0$host=https://www.etormann.tk

Nome

abnt,25,Ação social,32,acessibilidade,4,acidente de trabalho,5,Acolhimento,1,adasa,1,administração,19,Aerolula,1,agricultura,37,agro,207,agroindústria,11,agronegócio,37,água,47,águas claras,2,Aldo Rebelo,1,alianças,1,alimentação,30,Ambulatório,1,Amor Cantado,1,Anderson Miranda,1,aneel,5,animais,27,Aniversário,5,antissocial,4,anvisa,1,aposentdos,3,aposta,5,ar condicionado,15,Arlete Sampaio,1,arquitetura,18,Arruda,1,arte,27,artigo,39,Assistência social,7,ASSOCIE-SE,14,assosindicos,147,atacarejo,1,ateu,2,ativismo,9,ATUALIDADE POLÍTICA,626,automobilsmo,4,aviação,11,Banco Regional de Brasília,5,BCB,2,beleza,1,biocombustíveis,11,bioeconomia,1,biscoito,1,bolacha,1,Bolsa Família,1,Brasil,53,Brasília,49,BRB,37,brics,5,caesb,18,café,5,câmeras,3,CAMPANHA DO AGASALHO,1,campanha eleitoral,20,Canadá,1,câncer,13,candidatura,5,Carnaval,19,carne suína,1,carreira,19,carros elétricos,5,carteira,2,cartilha,2,Casa Civil,1,cassação,1,católica,1,CCBC,1,CEB,8,Ceilândia,2,CELEBRAÇÃO,1,celular,8,censura,2,Centro Administrativo,1,Cesta Básica,4,charge,2,chocolate,2,Churrasco,2,cidadania,111,Cidades,141,ciência,16,cinema,15,CLDF,77,clima,32,codhab,7,Código de Edificações,4,código de posturas,1,Collor,1,combate à dengue,44,combate ao câncer de próstata,5,combustíveis,15,comemoração,11,comércio,23,Companhia Energética de Brasília,6,Comper,5,comportamento,27,comunicação,6,comunidade,3,COMUNIDADE LUSITANA,1,comunismo,4,conciliacao,4,concurso,39,condomínio,72,condomínios,17,conic,1,conselho profissional,23,construção civil,39,construtoras,5,consulta pública,16,consumidor,29,consumo,11,conta,9,contabilidade,3,contribuição sindical,6,convênio,3,CONVITE,32,cop28,6,copa2014,1,CORPO DIPLOMÁTICO,1,corpus Christi,1,Correio Braziliense,1,corrida eleitoral,34,corrupção,42,CPI,1,crianças em casa,7,Criptoativos,1,crise,16,crise hídrica,16,Cuidar e Amparar,1,culinária,1,cultura,147,curso superior,3,cursos,31,data comemorativa,35,DATA NACIONAL,1,debate,3,Defesa,10,democracia,7,dengue,15,Deputado Distrital,15,Deputado Federal,16,DER-DF,6,Desenvolvimento Pessoal,3,desmatamento,4,despesas,1,Destaque,11,Destaques,6,Detran,42,DF,9,DFTrans,6,Dia do micro e pequeno empresário,1,dia do síndico,5,Dia do Trabalhador,2,Dia dos Namorados,7,dia mundial da água,10,DIA NACIONAL,1,Diálogos com a Juventude,1,dicas,2,Dilma,5,dinheiro,18,diploma,1,direita,2,direito,71,Direito do Consumidor,5,Direitos Humanos,26,Distrito Federal,194,ditadura militar,6,dívidas,21,documento,8,Dona Sarah Kubitschek,1,drogas,7,ecologia,8,economia,413,economistas,3,Edital,8,EDITAL DE CONVOCAÇÃO,2,Eduardo Campos,1,educação,288,eleições,174,Eleições 2022,144,eleitor,15,eletricidade,14,elevadores,9,EMBAIXADA DE PORTUGAL,1,Embaixadas,7,empreendedorismo,51,empreender,14,empregado,13,Emprego,1,empregos,78,empresas,117,energia,89,engenharia,120,EnSínAC,14,ENTENDER CONDOMÍNIO,2,entorno,46,entretenimento,32,Escola de Síndicos,33,escorpião,1,ESG,1,ESPECIAL,1,espionagem,2,esporte,80,Esportes,1,estatuto,2,estilo de vida,3,estradas,9,Estudar no Exterior,2,evasão de divisas,1,eventos,53,exercícios,3,exportação,26,FABIANA CEIHAN,1,falecimento,6,família,3,Famosos,1,Fan Fest,1,Faz Aniversário,1,Fé,2,fecomércio,3,feminismo,1,FENACOM,1,feriados,3,Fernando Henrique Cardoso,1,festas juninas,6,FHC,2,FIEG,28,FIFA,1,fim de ano,7,fim de semana,1,finanças,43,finanças pessoais,75,Fipecafi,1,fiscal,1,Foco Educação,1,FocoCAR,1,fogo,1,fort atacadista,3,frente parlamentar,1,futebol,19,Galeteria Beira Lago,1,gás,14,gastronomia,47,GDF,258,geologia,1,Geriatria,1,Gerontologia,1,gestão condominial,7,Gim,1,Goiás,361,golpe,23,golpismo,11,Governador,51,Governo,119,greve,8,Grupo M4,1,Grupo Pereira,3,guerra,17,habitação,72,HEF,2,HEL,1,HESLMB,1,Hetrin,1,HOLANDA,1,homenagem,10,homocentro,1,HSBC,1,humor,2,IBGE,6,IBRAM,3,Idoso,9,IFG,1,igreja,2,IMED,2,imóveis,103,impeachment,4,impostos,97,inadimplência,7,incc,1,incêndio,13,INCLUSÃO,1,indígena,1,indústria,72,inelegibilidade,3,inflação,201,Informação,33,informática,1,ingressos,1,inovação,63,INSCRIÇÃO AQUI,1,inspeção,1,inspeção predial,5,INSS,2,internacional,32,internet,84,inverno,1,iptu,1,ipva,7,itormann,1,Joaquim Barbosa,1,Jogos Eletrônicos,1,Jornalismo,85,Juarezão,1,justiça,196,juventude,4,Lançamento,1,lazer,47,Legislação,8,lei,19,LGPD,6,licitação,20,livro,22,loteria,2,Lúcia Amorim de Brito,1,Lula,19,machismo,1,manifestação,1,manutenção,11,Maranhão,1,Márcio Antonelo,1,Marconi Perillo,1,marketing,8,material de construção,1,MCB,101,MCIT,2,MCTI,2,medicamentos,6,medicina,19,MEI,2,meio-ambiente,79,melhor idade,1,mensalão do DEM,1,mercado,50,mercosul,2,mesa do Natal,1,meteorologia,2,microgeração,10,Microsoft,1,mídia,12,militar,8,Minas Gerais,3,mineração,11,ministério,6,Ministério Publico,5,Miriam Belchior,1,Mobilidade,13,mobilidade urbana,28,moda,6,Monitoramento,2,mst,3,Mulheres,89,Mulheres na Política,10,multa,7,mundo,135,Mundo dos Filtros,1,município,12,Natal,12,Natal do Milhão,1,Negócios,17,Neoenergia,8,neurociência,2,neuromarketing,2,NEWS,1,Nobratta,1,normas,14,NOTICIAS,1057,NOTÍCIAS,43,notificação,1,novacap,3,Novembro Azul,1,nutrição,2,obras,118,ocupe o centro,1,opinião,175,Oportunidade,3,orçamento,12,ORDEM DE SERVIÇO,1,Pacto por Brasília,1,PAÍSES BAIXOS,1,pandemia,78,Parceiro do Ano,1,Parque da Cidade,5,Partidos Políticos,53,Paulo Dubois,2,Paulo Octávio,1,Paulo Roque,4,PCdoB,2,PDSK,5,Perpétua Almeida,1,Perse,1,perseguidos políticos,1,pesca,12,pesquisa,25,petrobras,13,petróleo,17,PL,26,playground,2,pmdb,1,podcast,1,polícia,93,Política,320,população,2,Porto Alegre,3,postos de saúde,17,prefeito,5,prefeitura,9,Premiação,25,presidência da república,10,presidenta,1,presidente,21,previdência,7,privatização,3,Procon,2,profissional,31,profissões,9,Projeto de Lei,79,pronunciamento,2,propaganda política,5,propina,1,Prosperi,1,PSD,1,PSDB,6,psicologia,4,pt,2,qualificação,33,rádio,2,recicláveis,2,reforma,7,reforma agrária,4,reforma política,10,reforma tributária,39,reformas,9,registro,4,regras de convivência,15,REI WILLEM-ALEXANDER,1,RELAÇÃO BILATERAL,1,relacionamento,5,religião,18,revitalização,1,Ricardo Izar,1,Ricardo Lustosa,1,rio,25,Rio de Janeiro,1,Roberto Santiago,1,rock,3,rodovias,2,Rondônia,1,Roosevelt,1,Rousseff,2,Sandra Faraj,1,saneamento,7,São Paulo,17,Sarah Kubitscheck,1,saúde,567,sedhab,2,segeth,1,segurança,119,seguro,10,selo de qualidade,2,senado federal,23,Serviço,1,serviço social,7,serviços técnicos,10,servidor público,4,sesc,3,setor elétrico,27,setor energético,30,setor produtivo,40,sia / guará,14,sindicatos,22,síndico,125,síndicos,9,SLU,9,smartphone,3,socialismo,1,Socialite em Foco,1,Sociedade,2,solar,8,Solidariedade,30,sonegação,15,sorteio de casas,1,STF,34,subsíndico,1,Supermercados,3,Supremo,2,sustentabilidade,76,tarifas,29,taxa,8,TBR,1,Teams Ideas,1,técnico,17,técnicos industriais,8,tecnologia,155,telecomunicação,20,tempo,12,tendência política,79,Terceira Idade,1,trabalhador,83,Trabalho,33,transito,5,trânsito,38,transporte,8,transporte coletivo,53,transportes,32,Trocando ideias entre Síndicos,2,TSE,59,turismo,73,TV,11,UDN,1,Universidades,2,utilidade pública,6,Utilidades de casa,2,vacina,44,Vai dar Roque,1,Valparaíso de Goiás,13,Vida de Solteiro,1,Vida longa,1,video,14,vinho,2,vistoria,1,Viver no Exterior,1,votação,3,WhatsApp,4,zelador,1,
ltr
item
Atualidade Política: Com China desacelerando, Índia pode ser a bola da vez
Com China desacelerando, Índia pode ser a bola da vez
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEjfWtwTjt3p8OsCEjL3Ggq6G9fngEZKKdlpwViGjsb4DCluZmIGOzfzjXhjaXGV3GVjp9VuooN7SMHbOls03f3lXN85O1IBHYsEJysiWmJ7zcW2NN6-O86aDSIjkGX-FWt5Fkes5vaCEWK7tQb-QeajZzXcXTHKnP1QTvWb4PU_DW4dvi3w-wyiFG2wRI0i/s1600/fieg-apex.jpeg
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEjfWtwTjt3p8OsCEjL3Ggq6G9fngEZKKdlpwViGjsb4DCluZmIGOzfzjXhjaXGV3GVjp9VuooN7SMHbOls03f3lXN85O1IBHYsEJysiWmJ7zcW2NN6-O86aDSIjkGX-FWt5Fkes5vaCEWK7tQb-QeajZzXcXTHKnP1QTvWb4PU_DW4dvi3w-wyiFG2wRI0i/s72-c/fieg-apex.jpeg
Atualidade Política
https://www.atualidadepolitica.com.br/2023/09/com-china-desacelerando-india-pode-ser.html
https://www.atualidadepolitica.com.br/
https://www.atualidadepolitica.com.br/
https://www.atualidadepolitica.com.br/2023/09/com-china-desacelerando-india-pode-ser.html
true
440335298870425399
UTF-8
Carregar todos Post não encontrado Ver todos Ler mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Início Pág. POSTS Ver tudo Relacionadas Tópico Arquivo BUSCAR Todos Nenhuma resposta para a busca Início Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora há 1 minuto há $$1$$ minutos há 1 hora há $$1$$ horas Ontem há $$1$$ dias há $$1$$ semanas há mais de 5 semanas Seguidores Seguir CONTEÚDO EXLUSIVO - COMPARTILHE PARA ACESSAR 1º Compartilhe em suas redes sociais para liberar 2º Clique no link compartilhado em sua rede social Copiar tudo Selecionar tudo Todos códigos copiados Códigos/textos não copiados, pressione [CTRL]+[C] (ou CMD+C no Mac) para copiar Sumário