MTEC Energia

Opinião: A crise do século XX em 2022

Henrique Raskin* O ano de 1939, que marca o início da Segunda Guerra Mundial, também carrega consigo outros dois significados para as Relaçõ...

Henrique Raskin*


O ano de 1939, que marca o início da Segunda Guerra Mundial, também carrega consigo outros dois significados para as Relações Internacionais: primeiramente, é o ano em que se publica “Vinte Anos de Crise”, obra de Edward Carr que inaugura a ciência contemporânea da política internacional; em segundo lugar, e em decorrência dessa obra, seria também o ano em que se encerraria, finalmente, o século XIX.

É natural se mostrar confuso frente a essa última afirmativa, uma vez que, oficialmente, o século XIX teria terminado em 1900, ou seja, trinta e nove anos antes. No entanto, repousa aí a importância da obra de Edward Carr às Relações Internacionais: ele teria sido o primeiro a compreender que a vontade dos líderes políticos em prolongar a ordem internacional do século anterior, no ilusório projeto da Liga das Nações, não apenas teria forjado como vivo um mundo que não existia mais, como também teria provocado a guerra mais extrema já vista – o último suspiro, saturado, do passado.

Recuperar o Edward Carr de 1939 e retratar a expansão da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte), como o pano de fundo da Guerra na Ucrânia, em 2022, talvez não sejam tópicos tão distantes um do outro, ainda que eles estejam separados pelo período de quase um século – curiosamente. A OTAN, da qual não tanto se falava nas últimas décadas, retornou aos noticiários, também como um suspiro anacrônico: a aliança militar estaria motivando a Rússia a invadir a Ucrânia, antes que ela aderisse à organização de defesa mútua; a Finlândia e a Suécia, que optavam por tradicional neutralidade na região, passariam a rever tal posição, ao oficializar pedido de entrada ao acordo – coisa que não se viu nem na Guerra Fria.

O suposto anacronismo se dá pelo fato de que a assinatura originária do Tratado do Atlântico Norte, em 1949, remonta o término da Segunda Guerra Mundial, quando a União Soviética, uma das grandes potências a derrotar Hitler, passou a ser vista como forte ameaça à Europa Ocidental e aos Estados Unidos da América, também vitoriosos na guerra. Trata-se, portanto, de uma aliança político-militar que reconfigura as relações entre os Estados na direção de uma Guerra Fria que se formava a partir de dois polos: de um lado, os Estados Unidos, superpotência ocidental que encabeçaria a OTAN; de outro, a União Soviética, que expandia sua influência na Europa centro-oriental a partir do Pacto de Varsóvia, de natureza análoga à da OTAN.

A ordem internacional, orientada a partir das duas novas alianças militares, concluía, de fato, aquela ordem que se prolongava desde o século XIX e que culminava na Segunda Guerra, pautada ainda pela liderança dos tradicionais países europeus. Evidência disso é que o desfecho da guerra não teria sido conquistado por eles, mas pelos Estados Unidos da América e pela União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS), que detinham capacidades econômica e militar superiores. São eles que definirão a dinâmica política do novo século (já quase em sua metade) e que transformarão a sociedade internacional a partir de novas ideologias e tecnologias, sobretudo militares.

Questiono, assim, se, hoje, não cometemos o equívoco que Edward Carr havia atribuído aos vinte anos de crise entre as guerras mundiais, de negação da nova ordem que ascendia. Não seria isso o que fazemos quando continuamos interpretando, em 2022, a expansão da OTAN ao Leste Europeu com as lentes políticas oriundas do século da Guerra Fria? O que observamos, é que não há mais União Soviética, tampouco Pacto de Varsóvia; não há a mais ameaça que Stalin representava ao ocidente – mesmo que Putin busque desestabilizar sua zona de influência; do mesmo modo, os próprios Estados Unidos não são mais consenso enquanto potência no bloco ocidental. Por que, então, ainda enxergamos o mundo com os olhos do século XX?

A ciência das Relações Internacionais, criada por Carr como uma ciência realista, instiga-nos a abandonar as ilusões e o conforto de interpretar o mundo a partir apenas do que nos é conhecido; obriga-nos a aceitar as transformações – manifestas nas ascensões e nos declínios das potências que, apenas no passado, lideravam. Infelizmente, se Carr estiver correto, a negação e a resistência em aceitar as mudanças não evitarão que elas aconteçam. Foi o que vimos com o declínio da Europa ocidental, que perdeu o posto de liderança internacional a duras penas. Hoje, adentramos uma nova ordem internacional, própria ao século XXI, que ainda é incerta. Sabemos, porém, que se continuarmos olhando para trás, também teremos nossos vinte anos de crise pela frente.

*Henrique Raskin é doutor em Filosofia e coordenador do curso de Relações Internacionais na Universidade Positivo (UP).

COMENTAR

TÉCNICO INDUSTRIAL$type=complex$count=8$l=0$cm=0$rm=0$d=0$host=https://www.etormann.tk

Nome

abnt,25,Ação social,32,acessibilidade,4,acidente de trabalho,4,Acolhimento,1,administração,19,Aerolula,1,agricultura,32,agro,199,agroindústria,9,agronegócio,35,água,46,águas claras,2,Aldo Rebelo,1,alianças,1,alimentação,26,Ambulatório,1,Amor Cantado,1,Anderson Miranda,1,aneel,5,animais,27,Aniversário,5,antissocial,4,anvisa,1,aposentdos,3,aposta,5,ar condicionado,15,Arlete Sampaio,1,arquitetura,18,Arruda,1,arte,25,artigo,39,Assistência social,7,ASSOCIE-SE,14,assosindicos,147,atacarejo,1,ateu,2,ativismo,9,ATUALIDADE POLÍTICA,784,automobilsmo,4,aviação,10,Banco Regional de Brasília,5,bbla,114,BCB,2,beleza,1,biocombustíveis,10,bioeconomia,1,biscoito,1,bolacha,1,Bolsa Família,1,Brasil,127,Brasília,49,BRB,32,brics,5,caesb,17,café,5,câmeras,3,CAMPANHA DO AGASALHO,1,campanha eleitoral,20,Canadá,1,câncer,13,candidatura,5,CANOAS,1,Carnaval,19,carne suína,1,carreira,19,carros elétricos,5,carteira,2,cartilha,2,Casa Civil,1,cassação,1,católica,1,CCBC,1,CEB,8,Ceilândia,2,CELEBRAÇÃO,1,celular,6,censura,2,Centro Administrativo,1,Cesta Básica,1,CESTAS BÁSICAS,1,charge,2,chocolate,2,Churrasco,2,cidadania,106,Cidades,138,ciência,15,cinema,15,CLDF,76,clima,32,codhab,7,Código de Edificações,4,código de posturas,1,Collor,1,combate à dengue,44,combate ao câncer de próstata,5,combustíveis,15,comemoração,11,comércio,20,Companhia Energética de Brasília,6,Comper,5,comportamento,25,comunicação,5,comunidade,3,COMUNIDADE LUSITANA,1,comunismo,4,conciliacao,4,concurso,36,condomínio,72,condomínios,17,conic,1,conselho profissional,23,construção civil,39,construtoras,5,consulta pública,16,consumidor,29,consumo,11,conta,8,contabilidade,3,contribuição sindical,6,convênio,3,CONVITE,32,cop28,6,copa2014,1,CORPO DIPLOMÁTICO,1,corpus Christi,1,Correio Braziliense,1,corrida eleitoral,34,corrupção,41,CPI,1,crianças em casa,6,Criptoativos,1,crise,16,crise hídrica,16,Cuidar e Amparar,1,culinária,1,cultura,141,curso superior,3,cursos,30,data comemorativa,32,DATA NACIONAL,1,debate,3,Defesa,10,democracia,7,dengue,14,Deputado Distrital,15,Deputado Federal,16,DER-DF,6,Desenvolvimento Pessoal,3,desmatamento,4,despesas,1,Destaque,11,Detran,41,DFTrans,6,Dia do micro e pequeno empresário,1,dia do síndico,5,Dia do Trabalhador,2,Dia dos Namorados,7,dia mundial da água,10,DIA NACIONAL,1,Diálogos com a Juventude,1,dicas,2,Dilma,5,dinheiro,17,diploma,1,direita,2,direito,67,Direito do Consumidor,4,Direitos Humanos,25,Distrito Federal,106,ditadura militar,6,dívidas,20,documento,7,Dona Sarah Kubitschek,1,drogas,6,ecologia,8,economia,399,economistas,3,Edital,7,EDITAL DE CONVOCAÇÃO,2,Eduardo Campos,1,educação,280,eleições,172,Eleições 2022,144,eleitor,15,eletricidade,13,elevadores,8,EMBAIXADA DE PORTUGAL,1,Embaixadas,7,empreendedorismo,49,empreender,13,empregado,12,empregos,76,empresas,110,energia,87,engenharia,118,EnSínAC,14,ENTENDER CONDOMÍNIO,2,entorno,46,entretenimento,30,Escola de Síndicos,33,escorpião,1,ESG,1,ESPECIAL,1,espionagem,2,esporte,78,ESTADOS,1,estatuto,2,estilo de vida,3,estradas,9,Estudar no Exterior,2,evasão de divisas,1,eventos,50,exercícios,3,exportação,21,FABIANA CEIHAN,1,falecimento,5,família,3,Fan Fest,1,Faz Aniversário,1,Fé,2,fecomércio,2,feminismo,1,FENACOM,1,feriados,3,Fernando Henrique Cardoso,1,festas juninas,3,FHC,2,FIEG,25,FIFA,1,fim de ano,7,fim de semana,1,finanças,41,finanças pessoais,72,Fipecafi,1,fiscal,1,fogo,1,fort atacadista,3,frente parlamentar,1,futebol,18,Galeteria Beira Lago,1,gás,14,gastronomia,41,GDF,246,geologia,1,Geriatria,1,Gerontologia,1,gestão condominial,7,Gim,1,Goiás,351,golpe,23,golpismo,10,Governador,51,Governo,119,greve,8,GRITO DA CADEIA LÁCTEA,1,Grupo M4,1,Grupo Pereira,3,guerra,17,habitação,70,HEF,2,HEL,1,HESLMB,1,Hetrin,1,HOLANDA,1,homenagem,8,homocentro,1,HSBC,1,humor,2,IBGE,6,IBRAM,3,Idoso,9,IFG,1,igreja,2,IMED,2,imóveis,102,impeachment,4,impostos,95,inadimplência,6,incc,1,incêndio,13,INCLUSÃO,1,indígena,1,indústria,67,inelegibilidade,3,Informação,33,informática,1,ingressos,1,inovação,62,INSCRIÇÃO AQUI,1,inspeção,1,inspeção predial,5,INSS,2,internacional,32,internet,82,inverno,1,iptu,1,ipva,7,itormann,1,Joaquim Barbosa,1,Jogos Eletrônicos,1,Jornalismo,83,Juarezão,1,justiça,188,juventude,4,Lançamento,1,lazer,40,Legislação,7,lei,18,LGPD,6,licitação,18,livro,22,loteria,2,Lúcia Amorim de Brito,1,Lula,19,machismo,1,manifestação,1,manutenção,11,Maranhão,1,Márcio Antonelo,1,Marconi Perillo,1,marketing,8,material de construção,1,MCB,101,MCIT,2,MCTI,2,medicamentos,3,medicina,17,MEI,2,meio-ambiente,79,melhor idade,1,mensalão do DEM,1,mercado,50,mercosul,2,mesa do Natal,1,meteorologia,2,microgeração,10,Microsoft,1,mídia,12,militar,8,Minas Gerais,3,mineração,11,ministério,6,Ministério Publico,5,Miriam Belchior,1,Mobilidade,11,mobilidade urbana,27,moda,6,Monitoramento,2,mst,3,Mulheres,87,Mulheres na Política,10,multa,7,mundo,134,Mundo dos Filtros,1,município,12,Natal,12,Natal do Milhão,1,Negócios,16,Neoenergia,8,neurociência,2,neuromarketing,2,NEWS,1,Nobratta,1,normas,14,NOTICIAS,1057,NOTÍCIAS,22,notificação,1,novacap,3,Novembro Azul,1,nutrição,2,obras,115,ocupe o centro,1,opinião,151,Oportunidade,3,orçamento,12,ORDEM DE SERVIÇO,1,Pacto por Brasília,1,PAÍSES BAIXOS,1,pandemia,78,Parceiro do Ano,1,Parque da Cidade,5,Partidos Políticos,53,Paulo Dubois,2,Paulo Octávio,1,Paulo Roque,4,PCdoB,2,PDSK,5,Perpétua Almeida,1,Perse,1,perseguidos políticos,1,pesca,12,pesquisa,24,petrobras,13,petróleo,16,PL,26,playground,2,pmdb,1,podcast,1,polícia,80,POLÍCIA FEDERAL,1,Política,315,população,2,Porto Alegre,3,postos de saúde,17,prefeito,5,prefeitura,9,Premiação,21,presidência da república,10,presidenta,1,presidente,21,previdência,5,privatização,3,Procon,2,profissional,30,profissões,9,Projeto de Lei,76,pronunciamento,2,propaganda política,5,propina,1,Prosperi,1,PSD,1,PSDB,6,psicologia,4,pt,2,qualificação,31,QUIT ALIMENTOS,2,QUIT CESTAS,2,rádio,2,recicláveis,2,reforma,7,reforma agrária,4,reforma política,10,reforma tributária,34,reformas,9,registro,4,regras de convivência,14,REGULAMENTAÇÃO,1,REI WILLEM-ALEXANDER,1,RELAÇÃO BILATERAL,1,relacionamento,5,religião,17,revitalização,1,Ricardo Izar,1,Ricardo Lustosa,1,rio,25,Rio de Janeiro,1,RIO GRANDE DO SUL,1,Roberto Santiago,1,rock,3,rodovias,2,Rondônia,1,Roosevelt,1,Rousseff,2,Sandra Faraj,1,saneamento,7,São Paulo,17,Sarah Kubitscheck,1,saúde,546,sedhab,2,segeth,1,segurança,112,seguro,10,selo de qualidade,2,senado federal,23,serviço social,7,serviços técnicos,10,servidor público,4,sesc,3,setor elétrico,26,setor energético,29,SETOR LÁCTEO,1,setor produtivo,36,sia / guará,14,sindicatos,20,síndico,125,síndicos,9,SLU,7,smartphone,3,socialismo,1,Sociedade,1,solar,8,Solidariedade,30,sonegação,12,sorteio de casas,1,STF,31,subsíndico,1,Supermercados,2,Supremo,2,sustentabilidade,76,tarifas,26,taxa,8,TBR,1,Teams Ideas,1,técnico,17,técnicos industriais,8,tecnologia,153,telecomunicação,18,tempo,12,tendência política,79,Terceira Idade,1,trabalhador,81,Trabalho,30,transito,5,trânsito,38,transporte,8,transporte coletivo,49,transportes,31,Trocando ideias entre Síndicos,2,TSE,59,turismo,66,TV,11,UDN,1,Universidades,2,utilidade pública,6,Utilidades de casa,2,vacina,42,Vai dar Roque,1,Valparaíso de Goiás,13,Vida de Solteiro,1,Vida longa,1,video,14,vinho,2,vistoria,1,Viver no Exterior,1,votação,3,WhatsApp,4,zelador,1,
ltr
item
Atualidade Política: Opinião: A crise do século XX em 2022
Opinião: A crise do século XX em 2022
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEh481sUK88nYnaC_MBxyKSgMg7tj6J8IbULxXz7dtcmWAqEbljoGuC4WIt6WLLAWsemMwwIk2chz3HvU8y2keUYTcVw90p9tyUeDaqMoja1UAeKzHipSyLrBLsc3cGOt919Ml4fI-SwTAR3tAlAhDn-c1stoZ0vVQuGS10W9NbbxKAfckpQSjdX-oKV/s320/Henrique-Raskin.jpeg
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEh481sUK88nYnaC_MBxyKSgMg7tj6J8IbULxXz7dtcmWAqEbljoGuC4WIt6WLLAWsemMwwIk2chz3HvU8y2keUYTcVw90p9tyUeDaqMoja1UAeKzHipSyLrBLsc3cGOt919Ml4fI-SwTAR3tAlAhDn-c1stoZ0vVQuGS10W9NbbxKAfckpQSjdX-oKV/s72-c/Henrique-Raskin.jpeg
Atualidade Política
http://www.atualidadepolitica.com.br/2022/06/opiniao-crise-do-seculo-xx-em-2022.html
http://www.atualidadepolitica.com.br/
http://www.atualidadepolitica.com.br/
http://www.atualidadepolitica.com.br/2022/06/opiniao-crise-do-seculo-xx-em-2022.html
true
440335298870425399
UTF-8
Carregar todos Post não encontrado Ver todos Ler mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Início Pág. POSTS Ver tudo Relacionadas Tópico Arquivo BUSCAR Todos Nenhuma resposta para a busca Início Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora há 1 minuto há $$1$$ minutos há 1 hora há $$1$$ horas Ontem há $$1$$ dias há $$1$$ semanas há mais de 5 semanas Seguidores Seguir CONTEÚDO EXLUSIVO - COMPARTILHE PARA ACESSAR 1º Compartilhe em suas redes sociais para liberar 2º Clique no link compartilhado em sua rede social Copiar tudo Selecionar tudo Todos códigos copiados Códigos/textos não copiados, pressione [CTRL]+[C] (ou CMD+C no Mac) para copiar Sumário