GovBR

Governo ainda mantém apoio de 74% na câmara com Arthur Lira na presidência

Com Lira, governo fecha o ano com taxa de apoio de 74% na Câmara Apesar de alto, o índice obtido com o deputado Arthur Lira na presidência d...

Com Lira, governo fecha o ano com taxa de apoio de 74% na Câmara

Apesar de alto, o índice obtido com o deputado Arthur Lira na presidência da Casa é menor do que o registrado em 2020

Foto: Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro fechou seu terceiro ano de mandato com taxa de apoio de 74% na Câmara dos Deputados. Apesar de alto, o índice obtido com o deputado Arthur Lira (PP-AL) na presidência da Casa é, diferentemente do esperado, menor do que o registrado em 2020, ainda na gestão de Rodrigo Maia (sem partido), quando se alcançou 76%.

A ligeira queda foi calculada pelo Observatório do Legislativo Brasileiro (OLB), a partir da votação de projetos realizada com orientação da liderança do governo. O estudo ainda mostra que o total de propostas do Executivo que viraram lei também caiu e numa proporção maior – de 27 para 17, o que significa que a participação do governo na pauta representou 23% em 2021, contra 44% no ano anterior.

Os números levantados se referem ao total de projetos em tramitação na Casa nos últimos dois anos. E, neste quesito, o aumento de matérias apresentadas, avaliadas em comissão ou mesmo votadas é significativo na gestão Lira. Em 2021, 13.233 matérias tramitaram na Câmara ante 7.846 em 2020 – um crescimento de 68%. E isso mesmo levando em conta o fato de o recorte temporal do estudo não contabilizar os meses de novembro e dezembro de 2021.

Enquanto PT e PSL, partidos com as maiores bancadas na Câmara, foram os que mais tramitaram matérias em 2021 – com 2.816 projetos, juntos –, o PL, que recentemente filiou o presidente Jair Bolsonaro, ficou bem abaixo nesse ranking, com 700 (veja quadro nesta página). Nas matérias transformadas em lei, o PT também lidera (8), seguido por PV e DEM (6 cada).

Pauta

Mas, mais importante que os números, é a natureza dos projetos que deve ser avaliada, segundo o cientista político Carlos Melo. “É necessário observar ainda o impacto dessas matérias”, diz o professor do Insper, que ressalta a força do Centrão ao longo do ano na Câmara. “A coordenação de Lira fez a bancada conseguir controlar o orçamento, dando em troca governabilidade ao presidente Bolsonaro.”

O vice-líder do PL na Câmara, deputado Capitão Augusto (SP), justifica que é difícil avaliar a atuação partidária por meio do número de matérias propostas. “Tem parlamentar que não faz uma atuação tão legislativa, que prefere usar a tribuna para defender, apoiar ou relatar projetos”, pontua.

A pesquisadora Debora Gershon, uma das coordenadoras do estudo do OLB, diz que o sistema de deliberação remota implantado durante a pandemia foi um fator limitador para o desempenho dos partidos, assim como a forma centralizadora de atuação de Arthur Lira. “Embora o PL tenha ocupado a vice-presidência da Câmara, é do presidente a prerrogativa de dar a direção dos trabalhos legislativos”, afirma. “E, na gestão Lira, as articulações políticas tiveram caráter ainda mais centralizado na figura do presidente.”

O cientista político Marco Antonio Carvalho Teixeira, da FGV-SP, também cita a força de Lira na condução da pauta, especialmente no que diz respeito ao controle do orçamento secreto. “Ele tem a ‘chave do cofre’ e a utiliza para acelerar as votações que interessam ao seu grupo”, afirma.

Segundo Teixeira, o controle de Lira se dá não necessariamente via partido, mas via interesses comuns. “Isso faz com que esses parlamentares se mobilizem em torno do projeto que ele está liderando, de reeleição para ele na Câmara e domínio do grupo político do Centrão, tendo ele como uma das principais peças. É um agrupamento de políticos suprapartidários, que dependem do Lira para ter recursos.”

Líder do PT na Câmara, o deputado Bohn Gass (RS) considera que a oposição soube aproveitar os “flancos” deixados pela maioria para limitar a atuação do governo em alguns temas, mas reconhece dificuldades ao longo do ano. “O Congresso avalizou a destruição do Brasil”, diz, em referência às pautas de interesse do Executivo aprovadas pela Câmara e pelo Senado.

PEC

Sobre os tipos de matérias tramitadas em 2021, o estudo chama a atenção para o aumento de 122% em relação às Propostas de Emenda à Constituição (PECs). Uma alta muito maior que a observada, por exemplo, em projetos de leis simples, cujo crescimento foi de 70%.

O que não muda de um ano para o outro é o porcentual de projetos em tramitação que são aprovados ao final do período pela Casa. Tanto em 2020 como em 2021 esse índice não chega a 2% do total.

FONTE: JORNAL DE BRASÍLIA | EDIÇÃO: REDAÇÃO GRUPO M4

UMA MARCA DO GRUPO

*CURTA A NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK, SIGA-NOS NO INSTAGRAM E TWITTER, COMPARTILHE AS NOSSAS PUBLICAÇÕES*

*Instagram* - https://www.instagram.com/tribunadobrasil/

*Facebook* - https://web.facebook.com/tribunadobrasil.BR/

*Twitter* - https://twitter.com/tribunabrasilBR

*e-Mail*: [email protected]

#brasil #brasilia #riodejaneiro #saopaulo #ceara #bahia #minasgerais #riograndedosul #riograndedonorte #santacatarina #jornalista #andersonmiranda #noticias #grupom4 #comunicacao #producao #publicidade #tribunadobrasil #tribunadodf #alobrasilia #daquidf #eixonacional #deputadosesenadores #prefeitosevereadores #entendercondominio #folhadodf #informaconcurso #jknoticias #jornaldoentorno #maisaguasclaras #opasquimdobrasil #pautanacional  #consultarimoveis #jornalismo 

 

COMENTÁRIOS

Atualidade Politica
Nome

abnt,27,acessibilidade,1,acidente de trabalho,3,Acolhimento,1,administração,11,Aerolula,1,agricultura,1,agronegócio,10,água,14,águas claras,1,Aldo Rebelo,1,alianças,1,Ambulatório,1,Amor Cantado,2,aneel,5,animais,6,antissocial,3,ar condicionado,17,Arlete Sampaio,1,arquitetura,7,Arruda,1,arte,2,artigo,41,ASSOCIE-SE,14,assosindicos,151,atacarejo,1,ateu,2,ativismo,8,ATUALIDADE POLÍTICA,785,automobilsmo,2,Banco Regional de Brasília,2,Bolsa Família,1,Brasil,13,brasilia,1,Brasília,6,BRB,3,caesb,7,câmeras,1,CAMPANHA DO AGASALHO,1,campanha eleitoral,15,câncer,3,candidatura,4,Carnaval,6,carreira,8,carteira,2,cartilha,2,Casa Civil,1,cassação,1,católica,1,CEB,5,celular,1,censura,2,Centro Administrativo,1,charge,2,CIA,1,cidadania,40,CIDADE,56,Cidades,8,ciência,1,cinema,7,CLDF,27,codhab,2,Código de Edificações,4,código de posturas,1,Collor,1,combate à dengue,1,combate ao câncer de próstata,1,comemoração,4,Companhia Energética de Brasília,6,comportamento,13,comunismo,2,conciliacao,4,condomínio,60,conic,1,conselho profissional,7,construção civil,14,construtoras,2,consulta pública,7,consumidor,14,consumo,5,conta,5,contribuição sindical,4,contrução civil,3,convênio,1,CONVITE,34,copa2014,1,corpus Christi,1,Correio Braziliense,1,corrida eleitoral,26,corrupção,34,crise,14,crise hídrica,6,Cuidar e Amparar,1,cultura,22,curso superior,3,cursos,11,custo de construção,1,custos,1,data comemorativa,10,debate,3,Defesa,3,democracia,1,dengue,1,Deputado Distrital,7,Deputado Federal,1,Desenvolvimento Pessoal,1,despesas,1,Detran,11,DFTrans,5,dia do síndico,5,dia mundial da água,2,Dia Nacional de Prevenção e Combate à Surdez,1,Diálogos com a Juventude,1,DIGA NÃO AO AUMENTO DE IMPOSTOS,30,Dilma,3,dinheiro,7,diploma,1,direita,2,direito,20,Distrito Federal,27,ditadura militar,4,dívidas,6,Dona Sarah Kubitschek,1,economia,87,economistas,1,EDITAL DE CONVOCAÇÃO,1,Eduardo Campos,1,educação,48,eleições,77,eleitor,8,eletricidade,9,elevadores,3,empreendedorismo,19,empregado,10,emprego,4,empresas,7,energia,40,engenharia,64,EnSínAC,16,ENTENDER CONDOMÍNIO,2,entorno,6,entretenimento,8,Escola de Síndicos,35,espionagem,1,esporte,16,estatuto,2,evasão de divisas,1,evento,28,Fan Fest,1,feminismo,1,Fernando Henrique Cardoso,2,FHC,2,FIFA,1,fim de ano,2,finanças,9,finanças pessoais,12,fogo,1,fort atacadista,2,Frances Stonor Saunders,1,futebol,5,gastronomia,8,GDF,110,Geriatria,1,Gerontologia,1,gestão condominial,3,Goiás,30,golpe,11,golpismo,6,Governador,27,Governo,52,guerra fria,1,habitação,7,HEF,2,HEL,1,HESLMB,1,Hetrin,1,HSBC,1,humor,2,igreja,2,IMED,3,imóveis,10,impeachment,3,impostos,21,inadimplência,4,incêndio,5,inelegibilidade,3,INFORMAÇÃO,17,informática,1,ingressos,1,inovação,20,INSCRIÇÃO AQUI,1,inspeção,1,inspeção predial,5,internet,20,itormann,1,Joaquim Barbosa,1,Jornalismo,41,Juarezão,1,justica,7,justiça,46,juventude,3,lazer,9,Letícia González,1,livro,2,Lúcia Amorim de Brito,1,Lula,3,machismo,1,Manuela D'Ávila,1,manutenção,9,Marconi Perillo,1,MCB,105,MCIT,2,medicina,3,meio-ambiente,3,mensalão do DEM,1,mercado,3,mesa do Natal,1,microgeração,4,mídia,8,militar,4,ministério,5,Ministério Publico,4,Miriam Belchior,1,mobilidade urbana,20,Monitoramento,1,mulher na poílica,3,Mulheres,8,Mulheres na Política,1,multa,3,mundo,6,Natal,2,Natal do Milhão,1,Negocios,1,neurociência,2,neuromarketing,2,normas,9,NOTICIAS,341,notificação,1,Novembro Azul,1,obras,36,ocupe o centro,1,orçamento,1,ORDEM DE SERVIÇO,1,Pacto por Brasília,1,pandemia,73,Parque da Cidade,3,Partidos Políticos,36,Paulo Dubois,2,Paulo Octávio,1,PCdoB,2,PDSK,2,Perpétua Almeida,1,perseguidos políticos,1,pesquisa,7,PL,16,playground,2,pmdb,1,polícia,4,Política,6,Porto Alegre,2,postos de saúde,12,prefeito,4,prefeitura,2,presidência da república,7,presidenta,1,presidente,15,profissional,11,Projeto de Lei,50,pronunciamento,2,propaganda política,4,propina,1,PSD,1,PSDB,6,pt,1,qualificação,23,reforma,6,reforma política,10,reformas,6,registro,3,regras de convivência,12,relacionamento,4,religião,5,revitalização,1,Ricardo Izar,1,Ricardo Lustosa,1,Roberto Santiago,1,rodovias,1,Rousseff,2,Sandra Faraj,1,Sarah Kubitscheck,1,saúde,133,sedhab,2,segeth,1,segurança,37,seguro,2,selo de qualidade,2,senado federal,17,serviços técnicos,5,setor elétrico,2,sia / guará,16,síndico,115,smartphone,3,solar,2,SOLIDARIEDADE,7,sonegação,2,sorteio de casas,1,STF,9,subsíndico,1,Supermercados,1,Supremo,2,sustentabilidade,17,tarifas,9,taxa,6,técnico,8,tecnologia,51,telecomunicação,3,tendência política,70,Terceira Idade,1,trabalhador,26,transito,1,trânsito,13,transporte coletivo,19,transportes,7,Trocando ideias entre Síndicos,2,TSE,27,turismo,8,UDN,1,utilidade pública,3,Utilidades de casa,1,Vida de Solteiro,1,video,11,vistoria,1,votação,3,WhatsApp,3,zelador,1,
ltr
item
Atualidade Política: Governo ainda mantém apoio de 74% na câmara com Arthur Lira na presidência
Governo ainda mantém apoio de 74% na câmara com Arthur Lira na presidência
http://3.bp.blogspot.com/-STrqUHhnh6M/YdH7eDALQqI/AAAAAAAArSo/F7zgxVxISrMmVctqW5Q6yhkepQ72lvW8QCK4BGAYYCw/s320/image001-749811.jpg
http://3.bp.blogspot.com/-STrqUHhnh6M/YdH7eDALQqI/AAAAAAAArSo/F7zgxVxISrMmVctqW5Q6yhkepQ72lvW8QCK4BGAYYCw/s72-c/image001-749811.jpg
Atualidade Política
http://www.atualidadepolitica.com.br/2022/01/governo-ainda-mantem-apoio-de-74-na.html
http://www.atualidadepolitica.com.br/
http://www.atualidadepolitica.com.br/
http://www.atualidadepolitica.com.br/2022/01/governo-ainda-mantem-apoio-de-74-na.html
true
440335298870425399
UTF-8
Carregar todos Post não encontrado Ver Todos Ler Mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Início PÁGS POSTS Ver TUDO RELACIONADAS TÓPICO ARQUIVO BUSCAR TODOS A busca não retornou respostas Início Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora 1 minuto há $$1$$ minutos 1 hora há $$1$$ horas Ontem há $$1$$ dias há $$1$$ semanas há mais de 5 semanas Seguidores Seguir CONTEÚDO EXLUSIVO - COMPARTILHE PARA ACESSAR 1º Compartilhe em suas redes sociais para liberar 2º Clique no link compartilhado em sua rede social Copiar TUDO Selecionar TUDO Todos os códigos foram copiados Códigos/textos não copiados, pressione [CTRL]+[C] (ou CMD+C no Mac) para copiar Tabela de Conteúdo