Tambor da Aldeia - Liberdade de Imprensa

Fisioterapia: prevenção e reabilitação

Partilhar:
Danntec Engenharia

Dia Mundial da Fisioterapia (08/09) ressalta a relevância e abrangência da fisioterapia na saúde humana




Engana-se quem pensa que a função do fisioterapeuta é exclusivamente a de reabilitar movimentos. É também, mas envolve diversas outras funcionalidades do corpo, como a respiração, a estética, a dermatologia e até mesmo auxilia no desenvolvimento de equipamentos destinados à terapia. Foi para ressaltar a relevância e abrangência da fisioterapia que foi criado o Dia Mundial da Fisioterapia, celebrado em 8 de setembro.

A data foi instituída em 1996 pela Confederação Mundial de Fisioterapia (WCPT - World Confederation for Physical Therapy), entidade que conta com mais de 250 mil profissionais pelo mundo.

O que é a fisioterapia?

A fisioterapia é a ciência da saúde aplicada à reabilitação física e funcional de órgãos e sistemas, por meio do diagnóstico funcional e tratamento. O profissional da fisioterapia não só atua na reabilitação de diversas funções do paciente, como também trabalha na prevenção de determinadas doenças.

O fisioterapeuta responsável pelo setor de fisioterapia da UTI, internação e pronto socorro do Hospital Brasília Unidade Águas Claras, Euler Roque Oliveira, é especialista em reabilitação respiratória e cardiovascular. Para ele, a fisioterapia é como “um sopro de ar para os pulmões comprometidos, o sorriso que traz a força muscular para devolver suas principais funções físicas, entre elas os passos da vida”.

No hospital, o fisioterapeuta avalia quantitativa e qualitativamente as disfunções do sistema respiratório, em conjunto com uma equipe multidisciplinar. Juntos, eles trabalham para diminuir os riscos de morte do paciente e o tempo de internação, além de definir as condutas de fornecimento de oxigênio ao paciente.

Um caso emblemático foi o de uma paciente com 30 anos internada com COVID no hospital, cujos pulmões estavam 75% comprometidos pelo vírus. Depois de 12 dias sedada em ventilação mecânica, quadro de depressão pós extubação, 15 dias sem andar e muitos outros dias de internação, a paciente foi reabilitada por ele e pela equipe do hospital. “Recuperamos por completo suas funções respiratórias e físicas. Em poucos dias ela deverá receber alta, após mais de 60 dias internada”, comemora o fisioterapeuta.

A pandemia causada pelo novo coronavírus, um microorganismo que debilita especialmente o sistema respiratório, e o envelhecimento da população são fatores que evidenciam ainda mais o papel significativo do fisioterapeuta para a saúde das pessoas.

O grupo DASA sabe da importância da fisioterapia para a prevenção de doenças e reabilitação dos seus pacientes em Brasília. Por isso, disponibiliza a especialidade no Hospital Brasília e no Hospital Brasília Unidade Águas Claras. Na Maternidade Brasília, as gestantes contam com fisioterapia pélvica, indicada para fortalecer o assoalho pélvico e prepará-las tanto para a gravidez quanto para o parto.

Especialidades da fisioterapia

Ao todo, os fisioterapeutas atuam em 11 áreas. São elas:

• Cardiologia e Pneumologia
Cuida de pacientes nas fases pré e pós-operatória. Previne e trata doenças respiratórias e cardíacas, além de reabilitar doentes, prescrevendo e aplicando exercícios ligados aos aparelhos respiratório e circulatório.

• Dermatologia
Aplica massagens e aparelhos de raios infravermelhos, ultravioleta e laser para reduzir lesões e acelerar a cicatrização de queimaduras e cortes cirúrgicos.

• Estética
Aplica técnicas como massagem em pacientes pós-cirurgia plástica e pós-cirurgia de recuperação da mama.

• Fisioterapia do trabalho
Previne e trata doenças relacionadas ao trabalho, como as lesões do esforço repetitivo (LER).

• Fisioterapia esportiva
Previne e reabilita lesões em atletas e em praticantes de atividades esportivas.

• Grupos especiais
Estimula os músculos de quem sofre limitações de movimento, como idosos e portadores de deficiência física.

• Indústria de equipamentos
Pesquisa, desenvolve e testa equipamentos para uso em terapia.

• Neurologia adulta
Auxilia na reabilitação dos pacientes que tiveram derrame cerebral, paralisia e traumatismo de coluna e crânio.

• Neurologia pediátrica
Auxilia na reabilitação dos portadores de patologias e síndromes como paralisia cerebral e síndrome de Down.

• Ortopedia e Traumatologia
Acelera a recuperação de movimentos e reduz dores de pacientes com fraturas, traumas ou luxações. Previne e reabilita lesões da coluna vertebral e das articulações causadas por postura incorreta ou esforço repetitivo.

• Terapia intensiva
Trata pacientes críticos internados em unidades de terapia intensiva, aplicando técnicas para reabilitação respiratória, neurológica e do aparelho musculoesquelético.


ACOMPANHE A CONSULTA PÚBLICA

Vote a favor do  PROJETO DE LEI nº 1731 de 2021 (PL 1731/2021) que Altera a Lei nº 8.856, de 1º de março de 1994, para estabelecer o piso salarial nacional dos Profissionais Fisioterapeuta e Terapeuta Ocupacional. Acesse e contribua com esta proposição legislativa.



Com Informações de Pollyana Cabral – Re9 Comunicação
Partilhar:

ATUALIDADE POLÍTICA

medicina

saúde

0 comentários: