Brasília recebe exposição Mangá Hokusai Mangá

Partilhar:
Danntec Engenharia

Chega a Brasília, na CAIXA Cultural, a exposição itinerante Mangá Hokusai Mangá – Abordando o Compêndio do Mestre sob a Perspectiva dos Quadrinhos Contemporâneos. A mostra, promovida pela Fundação Japão em conjunto com a Embaixada do Japão no Brasil, fica em cartaz entre 17 de fevereiro (a partir de meio dia) e 21 de março de 2021.

A exposição é dividida em quatro partes, e conta com sete criações exclusivas de artistas contemporâneos do mangá, os quadrinhos japoneses. Repletas de imaginação descontraída, as obras remetem a uma percepção das expressões em evolução dos mangás, permitindo aos visitantes refletir e comparar ilustrações de diferentes épocas, explorando a diversidade existente em cada uma delas. Outras 38 artes de referência, publicadas em diferentes idiomas, complementam a mostra.

A mostra tem a concepção da Fundação Japão, direção de Jaqueline Berndt (Kyoto Seika University), curadoria de Yu Ito (International Manga Research Center, Kyoto International Manga Museum) e direção de arte de Shin Sobue.

Para garantir o conforto e segurança do público no contexto da pandemia de Covid-19, é obrigatório o uso de máscara e distanciamento mínimo entre os visitantes. Há, ainda, limitação do número de pessoas na galeria e do tempo de visitação, de uma hora por pessoa.

É possível realizar agendamento prévio pelo WhasApp (61) 99246-3993 ou pelo telefone (61) 3206-6456.

O mangá do Japão

O mangá do Japão é muito apreciado internacionalmente. Além de leitura de entretenimento, é também tema de pesquisa acadêmica pelo mundo. Em sua origem, é imprescindível mencionar o Hokusai Mangá, de Katsushika Hokusai.

Na mostra, é possível conhecer diversos aspectos do que é o Hokusai Mangá e sua evolução até a origem do mangá contemporâneo, visualizando as características da cultura do mangá do Japão.

Hokusai retratado por mangakas

Especialmente para esta exposição, sete mangakas (autores de mangá) foram convidados a produzir uma obra inspirada em Hokusai. Haruko Ichikawa, Tetuzoh Okadaya e Yuichi Yokoyama criaram um mangá inédito de oito páginas, enquanto Daisuke Igarashi, Kotobuki Shiriagari e Machiko Kyo optaram pelo kakejiku, que são rolos suspensos. Por fim, Daisuke Nishijima produziu uma obra do tipo emakimono e compôs uma música original para sua obra de instalação.

Katsushika Hokusai

O artista Katsushika Hokusai nasceu em 1760 na antiga região de Edo, onde hoje está a cidade de Tóquio, no Japão. Conhecido pelo estilo ukiyo-e de pintura, gênero de xilogravura japonesa, é autor da famosa “A Grande Onda de Kanagawa”, que retrata uma enorme onda ameaçando a embarcação de pescadores. Outra obra importante do artista é a série de xilogravuras “Trinta e Seis Vistas do Monte Fuji”.

Hokusai também é o responsável pela criação do “Hokusai Mangá”. Por meio do estudo de movimentos e expressões, conseguiu representar a realidade em caricaturas. Esta obra deu origem ao mangá atual e influencia ainda hoje histórias em quadrinhos no mundo inteiro.

Serviço

Exposição Mangá Hokusai Mangá – Abordando o Compêndio do Mestre sob a Perspectiva dos Quadrinhos Contemporâneos

Local: Galeria Vitrine | CAIXA Cultural Brasília – SBS, Quadra 4, Lotes 3/4 – Edifício anexo à matriz da CAIXA

Datas: 17 de fevereiro (a partir de meio dia) a 21 de março de 2021

Horário de visitação: Terça-feira a domingo, das 9h às 21h

Entrada gratuita

Agendamento: com hora marcada pelo WhasApp (61) 99246-3993 ou pelo telefone (61) 3206-6456

Partilhar:

0 comentários: