PIX cadastra 3,5 milhões chaves no primeiro dia

Partilhar:
Danntec Engenharia

A segunda-feira (05) marcou o início do registro das chaves do Pix. Mais de 650 instituições financeiras já estão aptas a ofertar o Pix.




O Pix começou a todo vapor! Nesta segunda-feira (05), primeiro dia de cadastro das chaves Pix, 600 mil registros foram feitos apenas nas três primeiras horas. Às 18h, o número fechou o dia em 3.528.822 cadastramentos. O cadastramento é feito por aplicativos de bancos, fintechs e ou instituições de pagamento.

Os números mostram o potencial deste novo meio de pagamento desenvolvido pelo BC, cujo lançamento amplo será no dia 16 de novembro. Até lá, o total de cadastramentos no Pix vai crescer ainda mais. Mais de 650 instituições já estão aptas a ofertar o Pix e podem fazer esse registro antecipado das chaves. Veja aqui a lista das instituições.

Em live pelo canal do BC Youtube na manhã de hoje (5/10), o chefe-adjunto do Departamento de Competição e de Estrutura do Mercado Financeiro (Decem), Carlos Eduardo Brandt, explicou sobre a importância e benefícios do Pix.

“O Pix é um meio de pagamento novo disponibilizado para a população brasileira. As pessoas vão poder fazer transferências e pagar contas usando essa nova opção, que será instantânea, extremamente rápida e segura, além de estar disponível 24 horas por dia, sete dias por semana”, afirmou Brandt.

“Será uma alternativa muito conveniente para pagadores e recebedores, com foco na experiência do usuário, e que será utilizado para qualquer situação de pagamento, seja com pessoas físicas, empresas ou governo”, explicou o chefe adjunto no Decem.

Também presente à live, Mayara Yano, assessora plena do Decem, lembrou da facilidade que o Pix irá trazer para o dia a dia dos brasileiros. “Fazer uma transferência e/ou um pagamento passará a ser algo extremamente simples e rápido, além de seguro. Você nem precisará saber onde a outra parte tem conta, basta informar a chave Pix e o dinheiro cai na conta imediatamente”, afirmou.

Ela lembrou que algumas situações corriqueiras que acontecem hoje poderão ser resolvidas sem maiores problemas. “Quem esqueceu a carteira, por exemplo, poderá efetuar sua compra pelo celular. E, para as empresas, os recursos de uma venda estarão disponíveis em poucos segundos, o que facilita muito o fluxo de caixa”, completou.

O que é a chave Pix? 
 
Nada mais é do que uma forma simples e prática de identificar o destinatário do pagamento ou transferência. Com o Pix, além de pagar a partir da leitura de um QR Code, será possível informar a chave Pix, que pode ser: o número de telefone celular, e-mail ou CPF/CNPJ. Para quem não quiser fornecer um dado pessoal, é possível gerar uma chave aleatória (um conjunto de números, letras e símbolos gerados aleatoriamente que identificará sua conta e que poderá ser utilizado para o recebimento de recursos).

O papel da chave Pix é o seguinte: ao acessar a opção de pagar ou transferir com Pix, bastará que a pessoa informe a chave para dar prosseguimento à operação. Não será mais preciso informar o banco, agência, número de conta e tipo de conta, por exemplo. Não vai nem precisar saber qual é a instituição da outra parte. Apenas com a chave Pix será possível realizar a operação desejada.

A chave vincula uma dessas informações básicas às informações completas que identificam a conta transacional do cliente (identificação da instituição financeira ou de pagamento, número da agência, número da conta e tipo de conta). Cada pessoa física poderá cadastrar até 5 chaves por conta. No caso de pessoas jurídicas, o limite é de 20 chaves por conta.

É importante lembrar que o cadastro da chave Pix não é obrigatório e mesmo sem ele é possível receber um Pix, mas nesse caso, será necessário informar todos os dados da conta e CPF. Ou seja, para quem quiser usufruir de todas as vantagens e da melhor experiência do Pix, é importante cadastrar a chave.

Com informações do BCB
Dúvidas sobre as chaves Pix, veja a seção 7 das perguntas frequentes.
Partilhar:

dinheiro

economia

tecnologia

0 comentários: