Presidenciável Levy Fidelix lança candidaturas próprias para o Distrito Federal

Partilhar:
Danntec Engenharia

E DIZ QUE A LUTA CONTRA OS BANDIDOS NO PODER ESTÁ SÓ COMEÇANDO




Com a presença do presidente nacional da sigla e aspirante a chefe do Executivo, Levy Fidelix, partido também anunciou nomes para a CLDF

Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB) lançou nesta quarta-feira (25/4) as pré-candidaturas da sigla ao Congresso Nacional, ao Governo do Distrito Federal (GDF) e à Câmara Legislativa (CLDF) para as eleições de 2018. Realizado na sede local da legenda em Brasília, o ato contou com a presença do presidente da agremiação e pré-candidato ao Palácio do Planalto, Levy Fidelix, e da presidente regional do PRTB, Fernanda Meirelles.

A chapa que disputará o Palácio do Buriti será composta pelo advogado Guilherme Trotta e pelo militar Luiz Coimbra. Trotta classificou a candidatura ao Executivo local como uma “árdua missão”. “Brasília está um caos”, disse. Após duras críticas à gestão do atual governador, Rodrigo Rollemberg (PSB), o político garantiu ter um plano de governo baseado em uma auditoria das contas públicas do DF. “Não podemos prometer nada sem saber o que devemos e o que temos a receber”, justificou.

Pré-candidato ao Senado pelo PRTB, o brigadeiro Átila Maia reprovou as cifras milionárias empenhadas nas campanhas eleitorais e defendeu uma candidatura com gastos modestos. “Não tenho e não pretendo ter esse dinheiro. É no esquema eleitoral que reside a corrupção”, afirmou. Ele prometeu uma forte atuação nas redes sociais.

O PRTB oficializou ainda o lançamento de quatro pré-candidaturas à Câmara dos Deputados e seis à Câmara Legislativa do DF. “Neste ano, vamos ser o diferente. Temos experiência, conhecimento e equipe para isso”, discursou o presidente do partido, Levy Fidelix.

Palácio do Planalto

Além das candidaturas no Distrito Federal, o PRTB reafirmou o nome de Levy Fidelix na corrida ao Palácio do Planalto. O político, que já possui dois pleitos eleitorais no currículo, obteve 446.708 votos (0,43% do eleitorado brasileiro) em 2014.

Neste ano, Fidelix acredita ser possível superar o desempenho. “Estamos chegando a 1% nas pesquisas em São Paulo, mas acredito que temos mais do que isso por lá e no Brasil. A Lava Jato está varrendo todos envolvidos com corrupção. Vão sobrar aqueles que estão dentro da lei”, disse.

Fonte: PRTB / Metrópoles
Partilhar:

candidatura

corrida eleitoral

0 comentários: