CBMDF quer renovação em 2018 e o fim da politicagem na corporação

Partilhar:
Danntec Engenharia

O Corpo de Bombeiros está entre as instituições mais bem avaliadas no Distrito Federal, Brasil e no mundo


Observando o clamor popular que paira por todo o território nacional e se valendo da grande credibilidade que a corporação tem perante o cidadão, os militares do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal irão apoiar a população em busca de renovação política visando eleger pessoas comprometidas com a sociedade e não com partidos políticos.

Assim, militares que buscam melhorias para a corporação e para o DF se uniram em um grupo com mais de 1000 bombeiros militares para junto com a sociedade apoiar uma renovação na política local, propondo a construção de um projeto que visa estabelecer melhorias para o DF e entorno como para a corporação. Está no instinto do Bombeiro Militar ajudar a população em toda e qualquer situação, não seria nada de mais nos servirmos de "testa de ferro" para combater as ingerências políticas e as falcatruas implementadas. Além de sermos servidores militares podemos ser fiscalizadores em prol da sociedade.

Também devemos questionar o fato de os militares da corporação carecerem de apoio político para resolver questões extremamente delicadas nas galerias das Câmaras Federal e Distrital. Politiqueiros se valem de seus cargos políticos e tentam a todo modo intervir pensando apenas nos interesses e projetos pessoais ou de poder.

Com o intuito de aumentar o número de apoiadores dentro da corporação, estes militares que já fazem parte de um grupo sólido, irão expandir para dentro da tropa o pleito de renovação política e também apresentarão um nome que irá representar esta renovação no quadro político local e da corporação que jamais teve vinculação política ou partidária.


O grande objetivo interno e externo é entrar na política pelo bom serviço prestado à sociedade e à instituição e permanecer na política pelo reconhecimento de que a atividade fim do parlamentar está sendo satisfatória para seus apoiadores.

Fonte: Bombeiro DF
Partilhar:

Defesa

incêndio

militar

segurança