Tambor da Aldeia - Liberdade de Imprensa

Associação Brasileira de Portais de Notícias promove em 13 de dezembro a sua tradicional Confraternização de Fim de Ano

Partilhar:
Danntec Engenharia

Para celebrar os sete anos de sua fundação, a ABBP – Associação Brasileira dos Portais de Notícias -, realiza no dia 13 de dezembro, às 19h30, o seu tradicional jantar de confraternização de fim de ano, na Churrascaria Nativas Grill, localizada no Setor de Indústria e Abastecimento (SIA)



O evento da ABBP costuma mobilizar a classe política, profissionais e empresários da comunicação de todos os cantos do Brasil. Em decorrência da pandemia, a confraternização não foi realizada em 2020, mas neste ano a grande festa preparada pela diretoria promete compensar o hiato.

"Estamos organizando uma grande festa para os nossos associados e não podíamos deixar de celebrar os sete anos da nossa entidade, que agora passou a atuar em âmbito nacional e se consolidou como entidade representativa de sites e portais de notícias", exalta o presidente da ABBP, José Fernando Vilela.

A confraternização
A confraternização será realizada num espaço exclusivo para a ABBP e o convite custa R$100 por pessoa com direito ao rodízio completo com água, sucos, refrigerantes e cerveja liberadas.

Crianças de até cinco (5) anos não pagam e de 6 a 10 anos pagam R$ 50.

A Churrascaria Nativas Grill SIA dispõe ainda de uma brinquedoteca com monitor e amplo estacionamento.

Serviço:
Confraternização da ABBP – 7 anos

Dia: 13 de dezembro de 2021, segunda-feira.

Horário: 19h30

Local: Churrascaria Nativas Grill – Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), Trecho 14, Brasília, DF.

Adesão: R$ 100 – com direito ao rodízio completo com água, sucos, refrigerantes e cerveja liberadas

Classificação: livre

Mais informações:

61 – 9 8622 – 9879 – José Fernando Vilela

61 – 9 8406 – 8683 – Sandro Gianelli

61 – 9 9874 – 4201 – Hamilton Silva

ABBP - Associação Brasileira de Portais de Notícias


Casos confirmados de Covid-19 nas obras se elevam, mas ainda em patamar reduzido
SindusCon-SP e Seconci-SP recomendam reforço nas medidas de distanciamento nos canteiros


Por Rafael Marko do Sinduscon SP

Os casos confirmados de contaminação por Covid-19 nos canteiros de obras do Estado de São Paulo aumentaram de 0,19% para 0,24%, enquanto os casos suspeitos caíram de 0,37% para 0,34% do contingente de trabalhadores.

Estes foram os resultados da 53ª Pesquisa “Conhecendo as Ações das Construtoras Paulistas no Combate à Covid-19”, realizada semanalmente por SindusCon-SP e Seconci-SP (Serviço Social da Construção). A enquete constatou que, pela quinta semana consecutiva, não se registraram óbitos entre as empresas pesquisadas, mas seis trabalhadores estavam em internação hospitalar.

Odair Senra, presidente do SindusCon-SP, e Haruo Ishikawa, presidente do Seconci-SP, comentam que, embora os níveis de contaminação permaneçam reduzidos, é preciso redobrar alguns cuidados nas obras.

“É preciso monitorar constantemente os riscos de aglomeração nos canteiros. Por exemplo, verificar se a distribuição do café da manhã e do lanche da tarde é feita com o devido distanciamento. O mesmo vale para outros momentos, como os de entrada e saída nas obras”, recomendam Senra e Ishikawa.

Nesta 53ª rodada, foram obtidas respostas de 50 empresas, responsáveis por 577 obras, envolvendo 38.664 empregos diretos e terceirizados, de 20 a 27 de maio.

Principais resultados da 53ª Pesquisa:

· 0,34% afastados por suspeita de Covid-19;

· 0,24% afastados por confirmação da doença;

· 577 obras em andamento e nenhuma parada;

· 98% do pessoal estão em atividade;

· 100% das empresas adotam medição de temperatura e higienização das mãos, dão orientações diárias sobre prevenção, e higienizam e realizam demarcações em áreas de vivência;

· 98% orientam sobre limpeza dos Equipamentos de Proteção Individual e afixam informativos impressos sobre a Covid-19 nos locais de circulação;

· 94% fornecem máscaras para o transporte e para utilização na obra e realizam limpeza de EPIs e ferramentas e instituem horários escalonados para entrada, saída e refeições;

· 88% realizam outras práticas para a prevenção da contaminação entre os trabalhadores e a comunidade.

· 87% divulgam aos trabalhadores cartazes e vídeos de orientação do SindusCon-SP e do Seconci-SP;

· 83% distribuem informativos eletrônicos sobre a Covid-19.

Os presidentes do SindusCon-SP e do Seconci-SP reafirmam o convite para mais empresas com obras no Estado de São Paulo participarem das próximas rodadas; basta enviar um e-mail para [email protected] e o Seconci-SP entrará em contato para incluir a construtora na enquete. As entidades garantem sigilo absoluto sobre as informações prestadas.

Veja os relatórios completos das rodadas da pesquisa:

Cinco últimas

44ª à 48ª

39ª à 43ª

34ª à 38ª

29ª à 33ª

24ª à 28ª

19ª à 23ª

13ª à 18ª

7ª à 12ª

Seis primeiras

Essa matéria integra o Mapeamento de Boas Práticas em Responsabilidade Social no setor da construção durante a pandemia do coronavírus dentro do ‘Projeto Responsabilidade Social e a Valorização do Trabalhador’, realizado pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), em correalização com Serviço Social a Indústria (Sesi Nacional).
Partilhar:

ABBP

ATUALIDADE POLITICA

ATUALIDADE POLÍTICA

0 comentários: