O que salva o Rio Grande do Sul da falência é o povo gaúcho

Partilhar:
Danntec Engenharia

Ao comentar sobre as obras inacabadas no Rio Grande do Sul, o deputado Sérgio Moraes (PTB-RS) criticou a gestão dos últimos governos e afirmou que que salva o estado é a população, que, com espírito empreendedor, faz girar a economia local.

“Eu sempre digo: o Rio Grande do Sul é um estado rico com um governo pobre. Tanto o governo federal, com sua atuação lá, como o governo do estado, com sua falência absoluta. Graças a Deus, o nosso povo é rico, trabalha, produz e exporta muito. Então, a riqueza anda e gira por lá. E o governo não consegue acompanhar a destreza e a capacidade do nosso povo”, apontou.

Na opinião do parlamentar, somente uma mudança drástica na gestão dos recursos públicos pode colocar o Rio Grande do Sul e o Brasil, de novo, no caminho do crescimento.

“Precisamos apagar essa mancha que ficou no País, para retomarmos, a partir de 2018, um novo rumo, com gente capacitada, com gente que queira realmente fazer a coisa correta pelo povo brasileiro”, avaliou.

Sérgio Moraes disse ainda que, com a quantidade de impostos pagos pela população, o Brasil já deveria ser um país de primeiro mundo em todas as áreas, mas não é o que acontece.

“Não temos saúde, não temos segurança, não temos folha de pagamento em dia para os servidores públicos. Onde está esse dinheiro? É muito errado, está virado. Temos que dar um choque de gestão no País”, disse.

Com informações da assessoria da Liderança do PTB na Câmara dos Deputados
Partilhar:

ATUALIDADE POLÍTICA

0 comentários: