O síndico, o condomínio e o espírito natalino

Partilhar:
Danntec Engenharia

É Natal, época de promover a paz, a união, a tolerância entre condôminos e trabalhadores




Tradicionalmente o mês de dezembro é marcado por uma série de eventos que vão desde o fechamento das contas do condomínio, renegociação de dívidas, previsão orçamentária, acordo coletivo sindical até reeleição de síndico. Momento esse que pode afetar a animosidade entre vizinhos e comprometer as comemorações natalinas.

Portanto, não deixe que as responsabilidades impeçam de ter um momento festivo. A necessidade de incentivar ações de confraternização entre moradores vai além de uma simples decoração. É um momento de reflexão sobre tudo o que está acontecendo no condomínio com a intenção, principalmente, de melhorar a qualidade de vida de todos. E é aí que o síndico poderá se destacar...

Ele, o gestor condominial, tem a oportunidade de motivar as pessoas construírem um ambiente fraterno que minimize as preocupações do dia-a-dia. Se no condomínio há crianças, convide-as para ajudar. Elas possuem um dom natural de criatividade que poderá resultar em algo muito positivo. Cada um faz um pouco e quase sem gastar nada podem enfeitar as áreas comuns do condomínio. Quando todos participam, o sentimento de união cresce e a intenção é exatamente essa.

Essa é a mensagem de Natal que a Assosindicos DF quer passar aos síndicos e moradores: construir um ambiente saudável e cordial é básico, essencial. É o início de algo muito maior que é a preservação das relações humanas de cordialidade, respeito e tolerância. O fio que sustenta a vida em sociedade e que nos fará vencer a crise...


A PRESIDÊNCIA DA ASSOSINDICOS DF, EMERSON TORMANN E DEBORAH BRITO, AGRADECE A TODOS OS  DIRETORES, CONSELHEIROS, SÍNDICOS, ASSOCIADOS, COLABORADORES E  PARCEIROS  PELAS REALIZAÇÕES DE 2016. QUE VENHA 2017 COM MUITO MAIS DESAFIOS A SEREM SUPERADOS!

FELIZ NATAL E PRÓSPERO ANO NOVO - ASSOSINDICOS DF
Partilhar:

comemoração

data comemorativa

evento

NOTICIAS

relacionamento

síndico

Opine: