11 de fevereiro - Dia do Zelador

Partilhar:
Danntec Engenharia
A Associação dos Síndicos e Subsíndicos do Distrito Federal e Região Metropolitana parabeniza aos Zeladores pelo seu dia:

FELIZ DIA DO ZELADOR!



11 de fevereiro - Dia do Zelador



O que deve fazer um zelador?

  • Checar o bom funcionamento de todos os equipamentos do condomínio e a "saúde" da estrutura predial.
  • Comunicar ao síndico problemas em equipamentos, na estrutura da edificação, e os relativos a funcionários e condôminos.
  • Cumprir e zelar pelo cumprimento das determinações do síndico, da Convenção do condomínio e do Regulamento Interno.
  • Distribuição de tarefas e equipamentos necessários para os outros empregados.
  • É importante que o zelador tenha alguns telefones úteis sempre à mão: delegacia mais próxima, corpo de bombeiros, empresa de manutenção/ conservação do elevador, outras empresas sob contrato de manutenção com o condomínio.


Denominação

Zelador é a denominação dada para várias funções. Para o profissional responsável pelo dia a dia de um local, por cuidar ativamente da segurança e manutenção do patrimônio, além do bem estar e segurança dos seus participantes e frequentadores.

Descrição Sumária - (CBO - 5141 :: Trabalhadores nos serviços de administração de edifícios)

Zelador - 5141-20: Zelam pela segurança das pessoas e do patrimônio de edifícios de apartamentos, edifícios comerciais e outros. Atendem e controlam a movimentação de pessoas e veículos no estacionamento; recebem objetos, mercadorias, materiais, equipamentos; conduzem o elevador, realizam pequenos reparos. Prestam assistência aos religiosos, ornamentam a igreja e preparam vestes litúrgicas.

Algumas funções

Zelador ou chefe de portaria

É o empregado que tem contato direto com a administração do condomínio, que seja o proprietário, o síndico, o cabecel ou seus representantes legais, auxiliando nos recebimentos e pagamentos a serem efetuados pelos mesmos a acatar e cumprir as determinações destes e, também:
a) Transmitir as ordens emanadas dos seus superiores hierárquicos e fiscalizar seu cumprimento;
b) Escolher com cuidado e critério os empregados que serão admitidos no edifício/condomínio;
c) Comunicar ao síndico ou a empresa administradora quaisquer irregularidades ocorridas no edifício/condomínio;
d) Ser dedicado ao edifício/condomínio como se fosse propriedade sua;
e) Orientar seus auxiliares quanto a aparência pessoal e conduta dos mesmos;
f) Dar cumprimento às normas estabelecidas no regulamento interno, fazendo com que os ocupantes do edifício/condomínio as obedeçam;
g) Acompanhar mudanças que chegarem ou saírem do edifício/condomínio, de modo preservar as instalações do mesmo;
h) Acompanhar e fiscalizar serviços de reparos e manutenção das partes de propriedades comum do edifício/condomínio, suspendendo o trabalho dos mesmos em caso de irregularidade;
i) Manter sob sua guarda o livro de registro e a ficha de relação dos ocupantes do edifício/condomínio, não permitindo, sob qualquer pretexto, a retirada dos mesmos da zeladoria, salvo atendendo requisições das autoridades competentes;
j) Comunicar aos setores competentes quaisquer irregularidades que ocorram próximo ao edifício/condomínio, que eventualmente possam ocasionar prejuízos ou danos ao imóvel ou moradores;
k) Atender fiscais das repartições públicas com devido acatamento;
l) Proibir aglomeração na entrada e no saguão e nas partes comuns do edifício/condomínio;
m) Estar obrigatoriamente treinado para caso de incêndio através de cursos de formação profissional do sindicato da classe ou outro competente;
n) Ter a seu cargo, de modo geral, todos os serviços de interesse geral do edifício/condomínio, excluindo-se os de competência dos administradores do edifício/condomínio;
o) No caso do zelador que residir no edifício/condomínio, a prestação in natura correspondente à habitação, nos termos que dispõe o artigo 458 da CLT e as disposições da lei nº 6.887/80, quando a utilidade for fornecida gratuitamente ou paga pelo empregador, a soma do salário em espécie. Com o salário habitação. O salário utilidade corresponderia ao produto da aplicação do percentual habitação, integrante do salário mínimo pelo salário em espécie pago.

É o empregado que exerce a vigilância nas dependências comuns do edifício/condomínio, responsável pela segurança dos bens comuns do edifício/condomínio e pela boa ordem e respeito entre os usuários e os moradores e, durante a noite, controla a entrada e saída destes, tendo o seu horário de trabalho regulado pelo disposto em norma consolidada e na constituição federal.

Os ocupantes das funções de zelador, porteiro, cabineiro/ascensorista, garagista, vigia e faxineiro (a), deverão ser alfabetizados e apresentar certificado de conclusão do curso de formação profissional fornecido pelo sindicato da classe ou outro órgão competente.
Partilhar:

assosindicos

zelador